CapinaGames

Análise Capinagames – Overwatch

 

Overwatch já está na praça a alguns dias, mas nunca é tarde pra fazer aquela análise marota e deixar você por dentro do que a Blizzard forjou nesse game!

A produtora do game não quis manter um ritmo igual ao Heroes of the Storm e não trouxe mais um MOBA para nossas plataformas. Overwatch é um FPS, diferenciado e muito mais cartunizado do que os mesmos jogos deste gênero que vemos por aí, mas é importante que voces saibam disso antes de experienciar o game, desta forma não deixamos espaço para um julgamento errado em questão de mecânica ou jogabilidade.

giphy

O ponto forte de Overwatch está em suas personagens. Cada uma delas tras uma história própria e que as vezes se cruzam (como o Hanzo e o Genji, por exemplo, mostrados no ultimo vídeo liberado pela Blizzard), e na maioria das vezes são contadas fora do jogo em pequenos curtas. Todos eles são únicos, cativam, tem personalidades e jogabilidades marcantes. Quando o player consegue entender o herói e suas habilidades, a jogatina fica infinitamente mais prazerosa e viciante.

Daria pra aproveitar o gancho das personagens e falar da história de Overwatch também, se ele tivesse uma! Amigos, Overwatch traz consigo somente modos multiplayer, o que não tem mostrado ser um problema. Temos ali uns quatro modos de jogos distribuídos em doze mapas para dois times de seis pessoas cada, sendo que os players ainda tem uma variedade de heróis (21 no total) para completar o seu time da maneira mais efetiva possível (UFA!).giphy (2)

Parece bastante coisa, sim? Bom, é o suficiente pra te manter entretido e divertido por um bom tempo. Se você acha que ainda é pouco, não se preocupe, pois a Blizzard já disse que o suporte ao jogo será dado por um bom tempo e as DLCs e conteúdos adicionais (novos mapas, modos de jogos e heróis) virão totalmente grátis!

Dentro dos modos de jogo, é preciso balancear as escolhas de personagens para que seu time tenha um conjunto perfeito. Existem quatro tipos de heróis: Ofensivo (Muito ataque, pouca defesa), defensivo (Suas habilidades dão suporte aos time, usando torres de tiro e barreiras lasers, por exemplo), tanque (possuem muito mais vida e defesa do que os demais) e por fim os suportes (não causam muito dano, mas conseguem curar e buffar os aliados). Um time balanceado é importante para alcançar a vitória, e caso os jogadores tenham dificuldade em montar um, o jogo avisa na própria tela de personagens se você precisará ou não de algum tipo de herói (não da pra ganhar com um time só de tanque ou ataque, e o jogo te dirá isso).

Na hora da jogatina tudo flui muito bem, as habilidades são fáceis de usar, os comandos combinados respondem bem e a movimentação é tranquila pra se acostumar. Seus comandos básicos são: Andar, pular e usar o gatilho do ataque básico. Fora o básico, cada jogador conta com uma habilidade primária, uma secundária e uma habilidade suprema (a poderosa ULT!), entretanto, alguns deles contam com uma carta na manga, como o Bastion por exemplo, que consegue alterar a forma de batalha para ter maior poder de ataque. Em Overwatch os personagens não contam com um botão para correr, a velocidade na qual se deslocam só podem ser melhoradas caso seu herói tenha alguma skill que dê algum tipo de dash ou propulsão.

Fora o gameplay, o game também conta com um visual bastante bonito. O jogo é bem polido e detalhado, os cenários e as personagens combinam bastante (os cenários são inspirados nos backgrounds dos heróis) e os efeitos, tanto das habilidades dos heróis, quanto dos cenários (explosões, neons, etc) são bem bonitos, tudo isso combinado com seus 1080p e 60 fps fica bastante agradável aos olhos. Ainda falando de visual, o jogo tem uma boa cosmética, cada personagem tem suas skins, animações de vitória e apresentações customizáveis, assim o jogador consegue deixar seu herói preferido ainda mais diferenciado. Basta subir de ranking para ganhar uma caixa, abri-la, e torcer para o conteúdo (que é aleatório) ser algo que você quer ou que ao menos te agrade, você pode receber desde sprays e ícones de jogador, até comemorações ou novas outfits, mas caso não tenha paciência pra isso, a loja do game oferece a compra de baús, também. A parte de som e a trilha sonora também estão muito boas, só pra constar. A dublagem é um show a parte, tudo foi muito bem localizado! Não tem preço ouvir a D-Va gritar “Pede pra nerfar, noob!” ao desferir seu golpe supremo.

giphy (1)

O game ainda precisa de alguns polimentos nos menus dos consoles (Playstation 4 e Xbox One), onde algumas opções ainda aparecem com “sim” e “não” ao invés de “A”, “B”, “X” ou “O”, mas são coisas pequenas que podem ser melhoradas via atualização. Tirando esses pequenos detalhes, e levando em conta todos os pontos positivos listados mais o conteúdo que virá mais pra frente (o que parece que não será pouca coisa) e que será gratuito, não tem motivo pra deixar essa obra de arte da Blizzard passar batida.

Tá esperando o que pra começar a jogar?

Comentários

Populares

Topo