Animaremos

Akame ga Kill!! – [Anime/Mangá]

Ola pessoal, Andrei aqui, hoje serei breve… ou não… quero voltar a jogar Overwatch… e juro que não foi por isso que eu demorei a postar kkkjk.

Akame ga Kill!!

O anime foi produzido pelo estúdio White Fox (o mesmo de Jormungand e Steins;Gate), passou nas tvs nipónicas de julho de 2014 até dezembro de 2014 e contou com 24 episódios e alguns especiais. O mangá foi serializado pela Gangan Joker (Isshuukan Friends e Hai to Gensou no Grimgar) de abril de 2010 até dezembro de 2016, teve um prequel “Akame ga Kill!! Zero e uma side story “Akame ga Kill! 1.5”.  O mangá é lançado por aqui pela Editora Panini.

Na real, hoje eu não vou fazer uma análise complexa da obra (ok, eu nunca fiz). Quero, mais precisamente, falar sobre o final, tanto do anime quanto do mangá… é mais um desabafo.

A história é: Tatsumi vai até o Império para conseguir dinheiro pra sua vila, ao chegar la ele descobre que o Império é um lugar corrupto e maligno, liderado por um ditador que é manipulado pelo seu primeiro ministro. Tatsumi decide entrar para a Night Raid, que é uma organização revolucionária que quer tornar o Império um lugar melhor. Dentro disso você vai ver lutas sanguinolentas, regadas a desmembramentos e sadismo. Fica tranquilo, isso é menos violento que Genocyber, mais até menos que Gantz.

Primeira coisa a se dizer da obra, ela não é uma obra cabeça, ela da um plano de fundo relativamente clichê, com vários personagens clichês, um character design clichê, tudo isso pra mostrar os “horrores da guerra”. Mas tem uma coisa que não é clichê… as chances de um personagem importante morrer (menos a Akame).

Porra, se tu curte as mortes “aleatórias” de Game of Thrones, Akame ga Kill é um mangá/anime pra você… mas claro, só na questão das mortes, porque de resto… meua migo, não tem nada a ver. Quando você acha que vai dar tudo certo e que nada de ruim pode acontecer… ERROOOOOOOOW

Não me entendam mal, eu até gosto da série, clichês nunca foram um problema pra mim. O problema é que Akame ga Kill!! é um mangá/anime bem despretensioso que tem como pano de fundo uma história que serve pra aconteceram as chacinas e violências gratuitas, mas é um roteiro que em mãos mais habilidosas seria uma obra melhor. Sei que vai ter um amigo meu querendo brigar no privado, por eu estar falando essas coisas… mas ele vai ver como tudo que eu to falando é verdade.

Night Raid

A maioria dos personagens são como poças de água, de tão rasos que são, tendo apenas sua personalidade como característica marcante. Até mesmo o pessoal da Night Raid (organização dos personagens bonzinhos ou quase não tem um desenvolvimento TÃÃÃO grande, quem realmente tem uma história é a própria Akame e a sua irmã, (dãããã), que até um spin-off focado nelas, e é claro, a general inimiga, Esdeath e o pequeno Tatsumi (é nóóóis que vooooa dragão).

vai dar merda, vaaai dar merda…

Como um todo, nem o anime e nem o mangá são ruins. Se você gosta de uma violência gratuita e despretensiosa, e só quer aproveitar umas batalhas legais, esse é um bom mangá/anime. Cumpre dizer que mangá spin-off focado na Akame também vale bastante a pena.

A partir daqui tem SPOILER… o Tatsumi ta te avisando.

PERIGO —— ZONA DE SPOILER ——– PERIGO ——–ZONA DE SPOILER ——– PERIGO

A partir daqui eu vou falar tanto de alguns pontos do final do anime quanto do final do mangá. Então “teje” avisado, tem SPOILER.

De início, eu preciso dizer que não gostei da ideia de ver um final semelhante em ambas obras. ”AAAAAAAH MAS PORQUE ?” Digamos assim, o anime foi transmitido em 2014 e o mangá acabou agora em dezembro de 2016, no capítulo 75, quase 24 capítulos que seriam lançados desde o final do anime. E sabe o que foi por ? O mangá teve um final bem parecido com o do anime… sim, isso mesmo, não foi o inverso.

OK, OK, tivemos diversas diferenças entre um e outro, principalmente até chegarmos a rota final de cada um. O real problema foi a batalha final… aaaaaaah a batalha final… aquele Teiguzord gigante… MEU AMIGO…. Aquilo ja foi horrivel no anime, no mangá foi tão ruim quanto.

Tivemos as mesmas lutas: Tatsume e Wave vs Imperado, Esdeath vs Akame e por fim a pior, Leone vs Primeiro Ministro. Sim, até foram os mesmos personagens que sobreviveram até o final… Ta, tem a Mine e a Nagenda…. Mas quem liga pra Nagenda ?

A luta do Tatsume contra o Teiguzord como um todo foi até que diferente, principalmente tendo seu desfecho mudado, mas nada me tira o amargor de ver aquela mesma teigu gigante zuada. Entre essas duas eu preferi a do anime, “nossa, mas do anime foi tããão ruim”, simbolicamente a do anime foi melhor… ver o Tatsume se sacrificando pra proteger as pessoas da cidade foi um grande gesto, foi a demonstração de que a Night Raid tava la pra proteger o povo. E PQP, morrer vale muito mais a pena que virar a porra do Incursio.

Akame e Esdeath, a luta foi MUITO parecida,  tirando a Esdeath virando a D´va do Overwatch, até mesmo o segundo efeito da Murasami foi igual. Ambas lutas foram bem legais e tiveram um gostinho de mostrar como as duas eram as maiores potências da guerra. Desfecho foi o mesmo, logicamente com a Akame vencendo, mas se fudendo horrores.

Ele segurou um megazord gigante NO BRAÇO, quer algo mais épico ?

Agora… meu amigo, a luta da Leone contra o Primeiro Ministro… Primeiro, a teigu do Ministro era igual nas duas versões, acontece que em uma versão o vilão era um covarde de marca maior e na segunda versão (mangá) ele era um lutador covarde muito forte e resistente… mas advinha, o desfecho dos dois foi igual. Só que diferente do anime, em que a Leone morre como uma pessoa normal, no mangá ela se funde com a Teigu dela e simplesmente adquire os poderes dela, ocorre que, se ela adquiriu os poderes da teigu… PORQUE CARALHOS ELA NÃO SE REGENEROU ?. Como você pode ver/lembrar ela morre de maneira “igual” nas duas versões.

É como eu disse, o anime/mangá não são ruins, só que quem acompanhava a saga a um tempo, ter um final tão semelhante é um tanto ruim. Você espera um bom tempo pra ver a conclusão do mangá e no final você tem quase o mesmo final do anime, que em tese, não seria cânon (porque o anime foi feito pra promover o mangá).

Essas são algumas das impressões que eu tive sobre o anime e o mangá, ambos tem um final um tanto amargo, em meio a bastante coisa boa na série.

 

Câmbio e Desligo

Críticas, sugestões, dicas…. deixem nos comentários, ou falem comigo pelo Facebook: Andrei Buzinaro Arruda Soares. “Sejam gentis :)” e não se esqueçam, temos uma pagina no facebook:facebook.com/animaremos/.

Escrito por Andrei: Adorador de animes/mangás, joga video-game extremamente devagar, geralmente não os termino… gosto de livos de romance policial e é claro, sou um autointitulado sommelier de boa cerveja. Nos meus tempos livres eu gosto de fazer nada, isso quando não estou dormindo.

Comentários

Populares

Topo