5 Músicas

5MÚSICAS: Para gostar de vinil


Se você é daquelas pessoas que precisa de música o tempo todo, acha que fazer a faxina fica melhor escutando axé, que estudar com ópera é excelente e que correr não é a mesma coisa sem aquele ‘tuntz-tuntz’ desgracento nas orelhas, seja bem vindo a essa novidade totalmente excelente e imparcial do Capinaremos: 5MÚSICAS!

O 5MÚSICAS vai ser uma coluna que vai tentar fazer você gostar de algo com apenas 5 músicas (ah, vá!).

Se tratando que esse que vos escreve é uma pessoa que gosta muito de todo tipo de música e se encaixa no perfil citado antes, nada mais válido que difundir a cultura da descoberta de músicas novas pelo simples prazer de ter uma música nova pra ficar no seu repeat centenas de vezes até enjoar.

E pra começar, o tópico de hoje vai ser algo que eu tenho uma relação muito linda de amor fazem 10 anos: discos de vinil.

Você que já ouviu um disco de vinil e sabe toda a dificuldade e beleza que havia em transportar música fora da época digital sabe do que eu falo. O vinil transporta músicas de maneira analógica desde 1948, onde substituíram os discos de goma-laca que não tinham a mesma qualidade, durabilidade e capacidade de ‘armazenamento’ dos vinis. Os discos de vinil contém sulcos minúsculos em que uma agulha percorre, transformando um sinal analógico em um sinal elétrico, que então é amplificado e conduzido até as caixas de som.

A descrição do funcionamento é importante pois é ela que torna o som do disco de vinil algo único. O cabeçote que reproduz a fita cassete, o laser que lê o CD ou o processador que reproduz o MP3 não conseguem igualar o som único que cada disco de vinil tem quando a agulha arranha a superfície do plástico, pois é como se cada disco fosse diferente, devido ao aparelho que é reproduzido, ao tempo de vida do disco e, porque não, até pelos riscos e cuidados que esse disco já teve ou deixou de ter. Além disso, por ser uma coisa um tanto incômoda, passar as músicas ou trocar de disco se torna secundário e assim você escuta um álbum inteiro, na íntegra, entendendo o conjunto da obra que o artista quis transmitir quando elaborou as músicas que compõe o disco.

Nessa lista de estreia eu vou listar as 5 músicas que ficam muito melhores nessa mídia não portátil que está ganhando força no mercado novamente. Se você tiver a oportunidade de ouvir alguma dessas músicas num disco e quiser comparar, vai saber a diferença que faz.

Comentários

Populares

Topo