Animaremos

Animaremos – Toriko [Anime/Mangá]

Vocês estão prontaaaaas crianças ? EU NÃO OUVI DIREITO…. Oooooooooooo Andrei ta aqui pra falar de Toriko, agora no …

TORIKO

Escrito e ilustrado por Shimabukuro, Mitsutoshi, Toriko foi publicado nas páginas da revista “Shonen Jump” entre maio de 2008 à novembro de 2016 e teve um total de 396 capítulos (número quebrado, que aflição) ou seja, 43 volumes, ganhou uma adaptação em anime que contou com 147 episódios, foi transmitido de abril de 2011 e que perdurou até março de 2014, feita pela “Toei Animation” e logicamente teve um “final filler”. Toriko é publicado por aqui pela editora Panini.

Queria tecer um breve comentário sobre a ausência de uma review de Toriko depois do final do mangá, *eu esqueci*tinha sido um dos meses mais complicados da minha faculdade e eu tive que fazer de obras menores que não me tomassem tanto tempo.

                                  Knock, knock.
                                  Who’s there?

BTW… A muito tempo eu esperava ler/assistir uma obra que eu não precisasse pensar muito, algo que não testasse minha paciência (Bleach), eu queria uma porradaria exagerada igual Dragon Ball e foi isso que eu tive com Toriko. Durante muito tempo Toriko foi minha alegria durante a leitura dos capítulos semanais, eu espera a semana só pra ler o capítulo novo de Toriko e sei de uma coisa, nunca me decepcionou… né Bleach ?

Essa é uma das partes mais emocionantes do mangá

Primeiro eu queria falar sobre o traço de Toriko, ele é bem Hokuto no Ken/Jojo, cheio de brucutus extremamente fortes e algumas vezes com anatomia estranha.  A arte é bem oitentista e consegue oscilar do muito bonito ao escabroso, não é nada anormal, até porque muitas vezes o autor usa isso como um artifício tanto para a comédia, quanto para causar certa inquietude no leitor e como em qualquer mangá você consegue ver a evolução do traço do autor na obra.

   Toriko x Ichiryuu

A história é um tanto brega: O mundo vive na grande era Gourmet, tudo (ou quase) é comestível ou feito de comida, poucas pessoas nesta era passam fome. Os nossos personagens principais são Toriko, um famoso Bishokuya (um caçador gourmet) que faz parte dos “Quatro Reis Celestiais” e Komatsu, que é um chefe de cozinha. Todo Bishokuya procurar completar seu “Menu Completo”, que é uma lista com seus 10 pratos favoritos…e Toriko está atrás de novos ingredientes deliciosos para poder completar seu tão sonhado “menu completo”.

Nós ainda vamos conhecer os outros 3 “Reis Celestiais”, bem como a associação dos “Bishokuyas”, conhecer outros “Chefes”, ver diversos animais e plantas que serão caçados e principalmente, conhecer os diversos vilões da obra.

                  Toriko e Komatsu

Logicamente a história não se resume a isso, você ainda tem aqueles discursos bonitinhos sobre amizade e com toda certeza… sentar-se a mesa com mais pessoas… Q!?. É… um dos valores (esquisitos, mas validos) que Toriko tenta nos passar é “A comida dividida com outras pessoas é mais gostosa”, que pode soar como: “Não seja um babaca egoísta” ou “Faça o bem até pra quem te faz mal”, sendo que essa segunda interpretação é essencial para o fechamento do mangá.

Uma das coisas que gosto em Toriko é a “criação do mundo”, o autor conseguiu criar toda uma biodiversidade, bem como diversos locais memoráveis. É difícil ver em animes uma criação de mundo tão divertida quanto em Toriko, você é apresentado a um mundo expansivo com diversas histórias e mitologias e que cada vez mais ele te surpreende.  

Um dos grandes problemas de Toriko é o nível de poder, muitas vezes o próprio autor não respeita os níveis que ele mesmo criou, fazendo você ficar “Caramba, como o Toriko ficou tão forte ?“ ou “Mas pera, esse monstro não era mais forte/fraco ?”. Mas isso não é nada que não possa ser relevado em prol de boas batalhas.

Sim, cortaram um pedaço da Terra…

O reta final Toriko(mangá) teve alguns problemas de andamento, tendo ocorrido uma acelerada muito brusca que pra muitos foi um grande obstáculo para a qualidade do final. Não acho que o ritmo tenha sido algo que tenha atrapalhado o final, meu maior problema foi o protagonismo… mas nada que tire a diversão da obra

Mesmo assim, na onda de finais que vinham acontecendo desde Naruto, Toriko foi o mangá shonen com o final mais digno, sendo muito superior a Bleach e, até, Naruto.

Se você gosta de um shonen reverente, cheio de piadas, personagens divertidos e excelentes batalhas, Toriko é uma excelente pedida. Não espere algo filosófico, porque o que voce vai receber é apenas “Dragon Ball”, ou seja, boa porradaria exagerada. Eu ja disse que tem um episódio crossover entre “One Piece”, “Toriko” e “Dragon Ball Z” ? Puro Fanservice kkk. Recomendo mais o mangá, por ser bem menos censurado. Mas nada impede de você assistir o anime, mesmo  sendo mais infantil ele tem excelentes momentos de animação em diversas lutas.

Câmbio e Desligo

Críticas, sugestões, dicas…. deixem nos comentários. “Sejam gentis :)” e não se esqueçam, temos uma pagina no facebook e um grupo.

Escrito por Andrei: Adorador de animes/mangás, joga video-game extremamente devagar, geralmente não os termino… gosto de livos de romance policial e é claro, sou um autointitulado sommelier de boa cerveja. Nos meus tempos livres eu gosto de fazer nada, isso quando não estou dormindo.

Comentários

Populares

Topo