Capinascreen

CapinaScreen: Porque todo mundo tá falando de The Handmaid’s Tale?

Fazia algum tempo que não assistia a uma série, e no final de cada episódio pensava “nossa, senti o impacto”. Até que um streaming (Hulu)que eu não fazia ideia de que existisse, resolveu adaptar o livro The Handmaid’s Tale da Margaret Atwood para a TV.

Li o livro a pouco tempo e vou me abster da opinião sobre o dito cujo, visto que o pessoal do CapinaLemos já fez o serviço de falar sobre aqui. Mas posso falar que a adaptação ficou mara; quando saiu as notícias de adaptação eu fiquei feliz e puta ao mesmo tempo, pois sabia que algumas coisas ficariam mais claras, como o nome da personagem principal, mas também que não teriam muito como fugir do enredo do livro, o que me deixou putaça, quem leu entende o porquê.

Enfim, as distopias estão na moda, filmes sobre nossos possíveis futuros um tanto negativos e séries que abordam a temática encontram um fandom bem grande. A Handmaid’s Tale segue essa linha, em um futuro próximo, catástrofes ambientais causadas pelo homem atingiram as economias mundiais: problemas na agricultura, aparentemente o mal uso de energia radioativa, emissão de CO2 e etc fizeram do mundo um local propício para a instauração de regimes totalitaristas.

Como imaginado, a história passa nos EUA, que após um golpe de Estado por um grupo religioso, passa a se chamar República de Gilead. Em uma guinada completamente ditatorial e totalitarista são tomadas algumas medidas para “garantir” o futuro da nação, visto que a fertilidade tanto masculina quanto feminina estão afetadas. As mulheres são divididas em castas, as Esposas dos Comandantes, as Marthas (servas na menopausa que servem os comandantes), Tias(professoras que doutrinam as aias), Não-Mulheres(inférteis ou que geram problemas para o regime), Aias(reprodutoras).

 

 

 

 

Depois desse resuminho da história, vamos aos motivos pelos quais vale a pena sentir o impacto dessa série:

 

1.É BASEADO EM UM LIVRO

Como dito, a série é baseada em um livro. A história é ótima, mesmo que tenha sido lançado em 1985, a série fez algumas adaptações para se adequar aos dias atuais. Quem leu o livro e assistiu a série vai entender bem essas situações.

2. É PRA REFLETIR

No começo a gente ainda pensa “nem, impossível”, mas conforme a história avança e começamos a fazer ligações com situações da nossa realidade, e chegamos a conclusão “putz, fodeu”. Vemos como um grupo consegue em cenários de crise, instaurar um governo totalitarista facilmente. Nesse caso, sob lei marcial vão se retirando os direitos da população aos poucos, e como visto, vimos no que deu.

As mulheres férteis são propriedade do governo, inclusive passíveis de venda. Essa retirada de direitos, como acompanhamos no passar dos episódios é gradual, até chegar no ponto de tirar o status de humano dessas mulheres.

3. É PRA REFLETIR 2

O fundamento para que essas monstruosidades ocorram é a bíblia. Gilead é a terra onde viviam Raquel e Jacó, e como sabemos Raquel era estéril, e entrega sua aia Bila para que Jacó conseguisse fazer filhos.

Façam as contas aí e reflitam onde esse fanatismo religioso pode chegar.

4. O ENREDO

A história evolui bem e é narrada pela protagonista, que  é uma Aia. Sob o ponto de vista dela vamos desvendando as particularidades da Nova República, e também acompanhamos os flashbacks sobre como era a vida antes.

5. MISTÉRIO

Como acompanhamos sob o ponto de vista da Aia, descobrimos aos poucos a história. Também temos a sensação, um pouco mais ao ler o livro, de impressão de eminência de que algo muito grande está para acontecer, o que nos prende à história.

Olha quem tá na série! Sdds Poussey

6.  FOTOGRAFIA E FIGURINO

A produção da série tá de parabéns! Os figurinos são incríveis, tem um ar de Era Vitoriana misturado com coisas atuais, como carros e computadores. As cenas são muito bonitas, respeitando sempre uma mesma paleta de cores, o que é um show para os portadores de TOC.

E olha que trailer bonitão:

The Handmaid’s Tale Trailer (Official) • The Handmaid's Tale o…

I want to keep on living — for her. Watch the trailer for The Handmaid's Tale, coming only to Hulu April 26. #HandmaidsTale hulu.tv/Hmt

Posted by The Handmaid's Tale on Thursday, March 23, 2017

ATENÇÃO!

Tu vai passar muita raiva assistindo, teje visado.

Sdv lá no twitter.

Comentários

Populares

Topo