Post do Patrão

O espetacular retorno de George St. Pierre ao octógono

A Cidade que não dorme presenciou o retorno daquele que, para muitos, é o maior lutador de artes marciais mistas de todos os tempos.

O Madison Square Garden, em Nova Iorque, recebeu a volta do ídolo George St. Pierre (GSP) ao octógono durante o UFC 217.

Após quase quatro anos afastado, GSP, o ex campeão dos pesos meio-médios, voltou a lutar em uma categoria acima do seu habitual, no peso médio, em uma luta contra o atual mandatário do cinturão, o lutador inglês Michael Bisping, com a confiança em alta após bater nomes como Dan Henderson, Luke Rockhold e Anderson Silva.

Apontado como azarão por boa parte dos fãs e da imprensa especializada, GSP precisou provar novamente todo o seu talento.

Com uma atuação sólida, o canadense castigou Bisping em cada um dos rounds e acabou finalizando o inglês aos 4m23s do terceiro round, com um estrangulamento no chão, após uma sequência de socos espetacular, sagrando-se campeão dos pesos-médio.

George St. Pierre se junta agora a Randy Couture, BJ Penn e Conor McGregor como os únicos quatro lutadores a deterem cinturões do UFC em duas categorias diferentes.

St-Pierre porém revelou após a luta que almeja voltar à categoria dos meio-médios por ser muito pequeno para à divisão.

– Meu sonho se tornou realidade. Muito obrigado pelo apoio. Ele me machucou bastante. Eu não gostaria de enfrentá-lo de novo (risos). Esse não é o meu peso, e fiz isso pelo desafio, mas não sei ainda o que vou fazer. Eu sou muito pequeno para crescer até o tamanho desses caras. Meu plano era fintar no seu lado esquerdo, para distraí-lo e buscar os ataques na sua direita. No MMA é importante preparar armadilhas para os seus adversários. Não ganha quem tem mais colhões que o adversário, mas sim quem tem mais armas e mais habilidade.

O UFC 217  apresentou ainda outras duas disputas de cinturão, com a vitória dos desafiantes em ambos os casos.

Além do triunfo do canadense George St. Pierre, TJ Dillashaw derrotou o campeão peso-galo Cody Garbrandt. e Rose Namajunas nocauteou a campeã peso-palha Joanna Jędrzejczyk.

TJ Dillashaw

Rose Namajunas

E para completar a festa, os lutadores brasileiros fizeram bonito no octógono, com vitórias de Ricardo Carcacinha sobre o canadense Aiemann Zahabi, com uma cotovelada giratória no terceiro round e de Paulo Borrachinha sobre o ex-campeão Johny Hendricks por nocaute técnico no segundo round.

Ricardo Carcacinha

Paulo Borrachinha

Resultados do UFC 217

CARD PRINCIPAL
Peso médio: Georges St-Pierre venceu Michael Bisping por finalização (mata-leão) no terceiro round
Peso galo: T.J. Dillashaw venceu Cody Garbrandt por nocaute técnico aos 2m41s do segundo round
Peso palha: Rose Namajunas venceu Joanna Jedrzejczyk por nocaute técnico aos 3m03s do primeiro round
Peso meio-médio: Stephen Thompson venceu Jorge Masvidal por decisão unânime (30-27, 30-26, 30-27)
Peso médio: Paulo Borrachinha venceu Johny Hendricks por nocaute técnico a 1m23s do segundo round

CARD PRELIMINAR
Peso leve: James Vick venceu Joe Duffy por nocaute técnico aos 4m59s do segundo round
Peso pesado: Mark Godbeer venceu Walt Harris por desqualificação no primeiro round
Peso meio-pesado: Ovince St. Preux venceu Corey Anderson por nocaute a 1m25s do terceiro round
Peso meio-médio: Randy Brown venceu Mickey Gall por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27)
Peso pesado: Curtis Blaydes venceu  Alexey Oliynyk por nocaute técnico a 1m56s do segundo round
Peso galo: Ricardo Carcacinha venceu Aiemann Zahabi por nocaute a 1m15s do terceiro round

Pessoal, eu vou ficando por aqui.

Um beijão do Paladino

Marcelo Soido Paz

@marcelosoidopaz_

@acapivaradeucria

#paladinodaboemia

#acapivaradeucria

www.acapivaradeucria.com.br

https://www.facebook.com/capivaradeucria

https://www.instagram.com/acapivaradeucria/

https://www.youtube.com/channel/UCmCLEvuxICD-NqwOP8Zo43w

Comentários

Populares

Topo