Criptaremos

CRIPTAREMOS – O Metrô

Boa noite,

Minha rotina do matinal de ida ao trabalho consiste em pegar um coletivo até a estação de metrô mais próxima, e após algumas estações desço e me dirijo a pé até meu local de trabalho, em alguns dias dessa minha rotina muitas vezes sou obrigado a descer do vagão que estou por motivos que não me são informados, isso acontece com você também?

“A noite chega e é sempre mais escura pouco antes do amanhecer, isso é, se você sobreviver até lá.”

Abra sua mente, apague as luzes e se tranque no quarto, pois agora é a hora do terror.

O Metrô

Raimundo é trabalhador, levanta todos os dias 4h30 da manhã e pega condução até a obra, trabalho que ele conseguiu recentemente.

Para chegar no horário na obra ele não precisaria acordar tão cedo, mas ele faz questão pois onde mora tem fácil acesso ao metrô da cidade e como Raimundo gosta de ir sentado ele sacrifica um pouco de seu sono para pegar o metro no sentido oposto ao que ele precisa ir e assim consegue facilmente ir do jeito que ele gosta, sentado.

Hoje Raimundo estava muito cansado, também pudera na noite anterior ele saiu para ir ao mercado conforme sua mulher Marilda havia pedido, mas assim que saiu esqueceu-se do motivo de sua ida à rua, e quem não esqueceria no bar do Alcides estava rolando aquele churrasquinho e Raimundo sabia que ali sempre teria aquilo que ele mais gosta, a boa e velha pinga.

Assim que Raimundo entrou no vagão, sentou-se e sonolento fechou os olhos algumas vezes. O anúncio pelos falantes do metrô ao se aproximar da estação final eram

– Esse trem não prestará mais serviço, por favor desembarcar na próxima estação.

Raimundo sonolento, pescava a cada minuto não prestou atenção no aviso, o sono falava mais alto.

Chegando na última estação novamente o aviso.

– Próxima estação ….sshhiii… pr fa..or desembar…ssshhi, este trem não preshhhiiiará mais serviç…..

Além dos falantes defeituosos não foram o suficiente para chamar atenção do cansado trabalhador, finalmente Raimundo perdeu a batalha para o sono.

Ao chegar na próxima estação todos, exceto Raimundo, desceram as portas se fecharam e o trem foi em direção a escuridão total. Raimundo nunca chegou ao trabalho.

Comentários

Populares

Topo