• Ah Vai Carpi Milho

    Top 10 Invenções Inúteis

    1. Toalha a prova d’água
    2. Lanterna movida a luz solar
    3. Mosquiteiro na porta do submarino
    4. Um livro que ensina como ler
    5. Alvo de dardos inflável
    6. Glossário em um dicionário
    7. Banco ejetor em um helicóptero
    8. Água em pó
    9. Cadeira de rodas com pedais
    10. Saquinho de chá a prova d’água

  • Ah Vai Carpi Milho

    Cantos da Geral Mirim.

    O Capinaremos, em clima de Dia das Crianças, entende que as músicas cantadas nas arquibancadas do Olímpico não devem ser proferidas pelos pequeninos, e por isso, resolveu adaptar algumas dessas músicas para que os pimpolhos pudessem apoiar o Grêmio, e não falar palavras feias, ou apologias a brigas/bebidas/drogas.

    No ritmo da velha Whisky a Go Go, do Roupa Nova, vejam a versão original, clique no nome para assistir o vídeo no YouTube.:

    Música: Fui Numa Festa na Geral do Grêmio

    FUI NUMA FESTA NA GERAL DO GRÊMIO
    É LA QUE ROLA A FESTA SIM SENHOR
    RAPAZIADA É PURO SENTIMENTO
    A QUE MAIS CANTA PELO TRICOLOR
    SENTIU NA PELE A SUA ENERGIA
    QUANDO ENTREI NAQUELA MULTIDÃO
    ELES NÃO PARAM EM NENHUM SEGUNDO
    É PURA ALMA É PURA EMOÇÃO
    QUASE NO FIM DA FESTA NA AVALANCHE LOCA VOCÊ SE PERDEU
    NO MEIO DA ALEGRIA NÃO TEVE AQUELE QUE NÃO BEBEU
    E DALE DALE DALE TRICOLOR
    E DALE DALE DALE TRICOLOR
    TU VAIS VENCER ÉS O CAMPEÃO MUNDIAL(2x)

    E agora a versão adaptada:

    Fui numa festa na geral do gremio,
    Lá todos eram mais altos que eu.
    Eu fiquei meio atordoado
    E não vi o meu Grêmio vencer
    Senti na pele aquela bobininha
    Quando tocaram em minha direção
    Parecia mais uma ondinha
    Mas tudo vale pelo meu timão
    Quase no fim da festa
    Na avalanche loca eu tropiquei e caí
    Ninguem me socorreu, eu tive que chorar e pediiiirr
    Eu quero quero, a minha mamãe
    Eu quero quero, a minha mamãe
    Eu vou sair, à salvo hoje daquiii! (2x)

    ***

    EU SOU BORRACHO SIM SENHOR
    E BEBO TODAS QUE VIER
    CANTO PRO MEU TRICOLOR
    MEU ÚNICO AMOR

    Versão adaptada:

    Eu sou criança sim senhor,
    e tomo quanto leite eu quiser
    Só durmo com o meu cobertor
    Meu único amor!

    ***


    Música: Atirei o Pau no Inter

    ATIREI O PAU NO INTER!

    E MANDEI TOMAR NO CU,

    COLORADO FILHO DA PUTA,

    CHUPA ROLA E DÁ O CU!

    HEY, INTER, VAI TOMÁ NO CU!

    ***

    Versão adaptada:

    Vou comprar um patinete,

    Pra correr pela minha cidade!

    Só tenho que me cuidar,

    Com a alta velocidade!

    Hey, guardinha, seu cara de melão!

    ***

    Música: Ó Tricolor

    (refrão)

    Ó TRICOLOR, AMO VOCÊ!

    COMO CERVEJA COCAÍNA E LSD!

    Versão adaptada:

    Ó Tricolor, amo você!

    Como Hamburguer, Coca Zero e Vita C!

    ***

    Em ritmo de Bebendo Vinho, do mestre Wander Wildner:

    Música: Torcer pro Grêmio bebendo vinho

    Vou torcer pro Grêmio bebendo vinho
    E o Mundial é o meu caminho

    Na rádio toca o velho rock’n roll
    Lembro Renato, o Homem-Gol

    Nada mais apaga essa história
    Grêmio Imortal
    Macaco chora

    Vou torcer pro Grêmio bebendo vinho
    E o Mundial é o meu caminhoo

    Eu vivo bebendo sempre borracho
    e o tele-entulho já foi chamado
    o descontrole já esta formado
    Grêmio eu te dou a vida
    por este campeonato

    Versão adaptada:

    Eu gosto de pizza e não de quiabo,

    E o entregador, já foi chamado

    A minha fome já está grandona

    A pizza é de milho, com azeitonaaa

    Vou comer minha pizza depois leite ninho

    E o banheiro, é o meu caminho

    Na rádio toca a velha Xuxa,

    Eu tenho é medo, daquela bruxa!

    Agora vou tirar, o meu soninho

    Levanto as oito, pra ver TV globinho!

    No almoço vai ter um baita churrasco

    Depois vou jogar bola, com os pés descalços!

    Feliz dia das crianças, pirralhada. 😉

  • Levados Pela Guerra Atômica

    Levados pela Guerra Atômica [1/39]

    Começa hoje uma série diária aqui no Capinaremos.

    Levados pela Guerra Atômica, com 39 episódios, é um projeto de tradução de uma série de quadrinhos americanos, criados por Kimmo Lemetti.

    A história se passa em um mundo pós-apocalíptico, onde, aparentemente, ocorreu uma guerra atômica (du’h), e tudo que restou foram destroços, animais mutantes radioativos e três exércitos: o azul, o amarelo e o que nós vamos acompanhar, o vermelho.

    Espero que vocês gostem…

    Capa da série.

    Amanhã tem mais. 😉

Carregar Mais
Topo