• Imaginaremos

    Imaginaremos #19: Todo Mundo Mente!

    Capa Imaginaremos19.jpg


    Sejam bem-vindos ao Imaginaremos, a coluna de RPG do Capinaremos! Hoje, com um guia prático de como enganar seus jogadores!

    Como é bom ser enganado. Você pode até dizer que não, mas a satisfação de não conseguir prever o final é sempre maior, não é? Quando você, leitor, assistiu Os Outros ou então Clube da Luta e a grande revelação mostrou-se no final, aposto que um sorriso de satisfação brotou em seu rosto. É sobre isso que falaremos hoje. Mentiras, trapaças e enganação.

    YHciBYt

    Não me leve a mal, mas é muito bom ver personagens sendo enganados. Em filmes clássicos de zumbis, os protagonistas estão sempre despreparados para a ameaça dos mortos-vivos. Mas o espectador está! Em Vampiro: A Máscara, sabemos que somos mortais a princípio, mas aquela ficha é um indicativo do que está por vir. Fingimos ser enganados. Interpretamos a ignorância que não existe de verdade.

    Mas é claro que você quer mais. Quer ver o olhar de surpresa dos seus jogadores, quer eles ficando tensos nas cadeiras, esperando pela próxima cena. Você precisa mentir.


    Falso Heroísmo

    A forma mais básica de mentir para alguém é através de um “Vilão Secreto”. Alguém que ajuda os heróis, parece ser uma boa pessoa, porém no fundo é aquele que está manipulando as cordas. Saruman é um excelente exemplo desse tipo de recurso e quase todo mestre de jogo já pensou em incluir um npc que apadrinha os heróis apenas para trai-los mais tarde.

    Mas é claro que isso não é fácil. Jogadores são criaturas egoístas e desconfiadas por natureza e logo suspeitam de qualquer personagem “altruísta” demais. Não caia na tentação de tornar o personagem “bonzinho” demais. Quando mais descarado for que o personagem é alguém bom, pior será.

    Para entender o que é um falso herói, primeiro é preciso estabelecer um padrão para o verdadeiro heroísmo. Nos jogos, muitas vezes os personagens seguem o padrão “pé na porta, soco na cara” do herói, onde matam todos que não sejam o velhinho da taverna e a princesa que precisa ser resgatada. Para que os jogadores não desconfiem dos personagens que irão traí-los, primeiro é necessário que se acostumem com sua presença. Não é preciso nenhum segredo sinistro, nenhuma cicatriz suspeita.

    200

    Além disso, o traidor deve ter alguma função na trama. Personagens que existem somente para ajudar os jogadores logo levantam suspeitas das suas verdadeiras motivações. É importante que o traidor preencha um vazio de relativa importância na trama. Acima de tudo isso, não trate o NPC de maneira especial. Qualquer atenção demasiada pode levar os jogadores a suspeitar do traidor.


    Falsa Vilania

    O oposto também é válido e talvez seja até mais prático. Pelo motivo que esses personagens raramente interagem com os jogadores, a farsa se sustenta com mais facilidade. Pelo lado ruim, o tiro pode sair pela culatra, pois o ódio é o melhor combustível de um combate… E jogadores adoram um combate.

    Entenda que não falo aqui do Vilão Honrado, um inimigo com seus motivos. Para fazer de um vilão, um herói, é necessário entender seus motivos. Uma boa ideia é descartar massacres e tortura. Mesmo que o herói incompreendido tenha suas razões, os jogadores raramente perdoam esses atos e você pode acabar com um Vilão relutante… mas ainda um Vilão.

    Use outros clichês do gênero para tornar o herói mais humanizado. Pactos com entidades obscuras, roubo de artefatos. Indo um passo além, trabalhe com propaganda ideológica, a maneira mais saborosa de lidar com falsos vilões. Talvez o vilão tenha cometido massacres… disse o velhinho da taverna. O vilão é um tirano… segundo o Rei Bondoso… Entende? Às vezes basta o comentário certo para que o ódio se alastre.

    Jogue com as expectativas dos seus jogadores. Em uma fantasia medieval, todos aceitam que hajam servos, fome e senhores feudais, mas o que pensarão quando se depararem com um reino “maligno” repleto de igualdade e democracia? Onde está seu tirano agora?


    Misdirection

    74facd492954f57274c78d3de2dbd14c92abfa5e7b9e2e2e6af59572a8d5649e

    Agora que já falamos sobre falsos heróis e vilões, hora de arregaçar as mangas e explodir a mente dos seus jogadores com falsos objetivos e cenários. O grande segredo para que o objetivo falso funcione é que ele precisa ser plausível. Anunciar a campanha como “A Busca pela Caveira de Cristal Perdida” e encontrar o objeto na primeira sessão de jogo dará aos jogadores a certeza que o objeto é falso.

    The_Apocalypse_Stone_(D&D_module)Você precisará de um objetivo real, para que os heróis não fiquem perdidos ao descobrir a farsa. Em geral, envolva vingança e reparação dos próprios atos. Uma boa campanha com essa EXATA temática foi lançada no fechamento de AD&D. O objetivo da aventura consistia no grupo procurando por uma joia através de uma missão recebida por um fantasma a muito falecido em um calabouço. O fantasma pede que os aventureiros resgarem a joia em seu antigo castelo, agora guardado pelas criaturas mais poderosas do cenário. Dragões, lichs, beholders infestam o lugar e dão trabalho para os jogadores. Ao receber a pedra, o fantasma demonstra contentamento e recompensa os heróis com tesouros incríveis! Mas tem algo errado com o mundo…

    Ou melhor, tem algo de errado com os outros mundos. Os magos descobrem que certas magias ligadas a outros planos não funcionam mais. Clérigos e Paladinos já não sentem mais a presença de seus deuses, perdendo seus poderes dia após dia. Aumenta a incidência de zumbis e esqueletos e seres extraplanares que antes estavam visitando a dimensão agora se encontram presos aqui. A campanha é planejada para causar um fim do mundo. O fantasma na verdade é um traidor e a joia é a semente de toda a criação. Claro que tudo isso é revelado gradativamente e os jogadores acabam sendo levados pela campanha épica.


    A verdade

    Nem sempre é essencial criar farsas elaboradas. Às vezes, a cumplicidade do público basta para que, com um pouco de esforço, a imersão da obra se concretize. O jogador não ficará entediado nas cenas que se sentir confuso pois… seu personagem está confuso! É uma forma excelente de criar um laço forte entre os jogadores e seus personagens.

    Acredite em mim… Eu nunca mentiria para você… 😉

    Texto adaptado da coluna de Leonel Caldela na DragonSlayer. Obrigado Caldela, por ser um cara incrível!

    felix-ortiz-fantasy-banner-4-hr.jpg

    Por Murilo Lamegal, escritor, preguiça ambulante, mestre de RPG e destruidor de sonhos.

    Mas peraí… Não acabou ainda…

    Que? Como assim Murilo? Acabou sim! Você até colocou seus créditos e tudo mais…

    Não, não acabou. Acontece o seguinte, meus caros leitores. Eu estou me sentindo bonzinho, muito bonzinho na verdade e quero compartilhar essa bondade com o mundo. Dessa forma, decidi que fazer um torneio para que digladiem entre si em busca do prêmio. um concurso seria a melhor forma de presentar meus queridos leitores. Para isso, decidi optar pela ferramenta de formulário do Google Drive. Assim, posso obter facilmente o contato de cada um que participar e sortear o presente será mais fácil. São duas perguntinhas bem simples que já te fazem um participante do concurso.

    O presente, no caso, é um pequeno agrado da minha parte. Trata-se do Starter Set de D&D 5ª Edição. A inscrição no sorteio rolará até o fim de abril, então todos tem muito tempo de entrar e responder as perguntas. O concurso é aberto a todos!

    https://goo.gl/forms/Nm02kaf2USIxGd1m2

    Grande abraço a todos, tudo de melhor sempre. Boas rolagens e até mais ;D

  • Legendas Inesperadas Para Gifs Aleatórios

    LIGA – Legendas Inesperadas para Gifs Aleatórios #15

    Muito complicado quando você tá na casa de um amigo, e ele não conhece sua sinistra tara por ingerir espumas. Assim que ele te deixa só, na sala, enquanto vai ao banheiro resolver suas situações fisiológicas, você, mais que imediatamente, começa a vasculhar nos móveis do cidadão por qualquer tipo de objeto que gere as famigeradas espumas, pra suprir seu vício não ortodoxo.
    Você abre as gavetas do armário da cozinha, se perde entre copos, talheres, temperos, enlatados, mas nada de espuma, nem mesmo um adocicado e suave chantilyzinho. Então, no ápice de sua dependência, e temendo que seu amigo aparecesse de maneira súbita, com olhos julgadores, você tomou como atitude uma medida desesperada: colocou o sabonete do seu amigo no microondas e comeu as espumas.
    Seu amigo nunca soube disso? Não, nunca soube.
    Isso foi nojento? Foi, eu não faria.
    Você achou bom? Achou, o que torna tudo mais esquisito ainda…
    Recomendo uma ida ao analista pra pensar bem nessas peculiaridades suas hein…
    Forte abraço!

  • CapinaShow

    CapinaShow #62 – Especial Entrevistaremos

    VEM OUVIR QUE NESSE TEVE ATÉ PROFISSIONAL DA ÁREA!

    O que teve de bom nesse programa?

    • Tudo o que você precisa saber sobre o dia 16 de março;
    • Giro de Notícias: especial invasão, galinha de suéter, pênis gigante no Japão, iPad no lixo e mais;
    • ‘Quadro colaborativo’: Com o queridão Victor Coelho, radialista na Rádio Globo, onde perguntamos aos ouvintes quem eles entrevistariam e que pergunta fariam;
    • Um lindo Isso ou Aquilo!
    • Teve sorteio de um maravilhoso vale compras de R$150 cada da Loja do Prazer;

     

    O programa foi ao ar no dia 16 de março e teve o seguinte casting (segue nós no Twitter):
    Zanfa;
    Pikles;
    Fernando;
    Clécio;
    Whoger;
    Angelo Galgaro;
    O patrão convidado Christopher Bonadia;
    E o ilustre convidado Victor Coelho!

    TACA O PLAY, AMIGÃO!

    E você também pode fazer o DOWNLOAD deste programa, caso queira! 😉

    Quer participar AO VIVO do programa? Seja patrão e agende sua participação conosco!

    E SE LIGA, ESCUTE AO VIVO, QUINTA QUE VEM, 22H SÓ NA WEBPUTZ.COM.BR!

    OU NA HAPPY RÁDIO!

  • LOL Risos

    O melhor (ou não) do Capina Meme Factory. [12]

    “O meme diz o indizível; exprime o inexprimível, traduz o intraduzível.”
    Leonardo da Vinci

    Segue a nossa querida coletânea dos 10 melhores memes da semana, entre os dias 11/03 e 17/03. Essa semana, só essas 10 postagens alcançaram mais de 33 milhões de pessoas. :~

    Todos eles fabricados na maravilhosa Capina Meme Factory, venha pra CMF você também!

    Essa obra de arte do Jonatan Mueller chegou aos lares de mais de 14 milhões de brasileiros.

    Os memes sobre a carne de papelão bombaram na página, esse do Tiago Mayer teve um alcance de quase 9 milhões!
    (mesmo com um leve erro ortográfico)

    Ser fiel é respeitoso sempre é muito popular, Vinicius Augusto Waselciac que fez essa.

    Lauro Augusto Chista está desconfiado que alguma coisa tem.

    Dudu D’Avila Marques criticando nossa querida nova geração da MPB.

    Paulo Isidoro Koscak, nosso PIK, e um meme sobre TOC.

    Vitor Sousa e o meme sobre os manauaras.

    Mais um sobre esse papelão, esse do André Magalhães.

    Marcelo Silva e os melhores universos.

    Augusto do Val e as mães na internet.

    Venha pro chão da fábrica e veja todos esses memes todos os dias.

  • 5 Músicas

    5Músicas – Covers de pop chiclete

    Pois bem, estamos aqui novamente com o 5Músicas! Na minha última participação, escrevi sobre covers que seriam, supostamente, melhores que os originais. Acabou que rendeu muito, recebi bastante feedback e opiniões sobre versões cover e nós concluímos que dá pra desenvolver muito esse assunto! Rendeu boas conversas aqui no nosso escritório do 5Músicas!

    Essa semana eu sem querer esbarrei em uma versão de Like a Prayer do Rufio que eu ouvia MUITO quando era adolescente e comecei a achar uma porção de versões de músicas que a gente ouve meio de guilty pleasure, sabe? Aquelas músicas pop que a gente super canta junto quando tá tocando no rádio mas ninguém comenta na rodinha de amigos!

    Então eu compilei aqui umas versões menos vergonhosas pra vocês destrincharem as letras sem (ou com menos) culpa no coração! Bora soltar a franga, bora bater cabelo!

    Setlist pra quem ainda não tem Spotify:

    Umbrella – All Time Low

    A Thousand Miles – Vanilla Sky

    I Knew You Were Trouble – We Came As Romans

    Lips Are Movin’ – Death Come Over Me

    Royals – Otep

     Bonus: Like a Prayer – Rufio

    Até a próxima!

    Por Luciana, obcecada por música, livros e coisas de nerd desde 1985

Carregar Mais
Topo