LOL Risos

Fidelidade partidária

O amor é lindo.

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (17) por unanimidade em primeiro turno a proposta de emenda constitucional que impõe a fidelidade partidária. O texto afirma que o mandato pertence ao partido e não ao candidato e teria validade já nas eleições de 2008, para prefeito e vereadores, e de 2010, para presidente, governadores, deputados e senadores.

Aqui.

Decretaram a monogamia partidaria. Mas tenho certeza que sempre irão existir as ‘puladas de cerca‘.

Comentários

Populares

Topo