Ah Vai Carpi Milho

Ciclismo.

Andar de bicicleta faz muito bem a saúde, exercita o corpo e a mente e nos transmite adrenalina.

Já dizia aquele velho ditado “É como andar de bicicleta!” referindo-se ao como nós não nos esquecemos de determinada atividade mesmo que fiquemos muito tempo sem praticá-la. O problema é se fosse nunca realmente aprendeu a andar de bicicleta, mas mesmo assim o antigo ditado ainda funciona perfeitamente.

Vejam meu caso, faziam uns 6 anos ou mais que eu não andava em um bicicleta, lembrem sempre que eu nunca fui um ótimo ciclista. Outro dia fui me aventurar a dar um passeio pelo bairro, e qual não foi a minha surpresa ao ver que eu continuo a pedalar igualmente quando eu tinha meus 11 ou 12 anos: Péssimo pra caralho. Sem equilíbrio, sem noção do perigo, sem a destreza de usar os pedais e as marchas, ou seja, o mesmo gordinho sem coordenação de sempre. E o resultado final? Tombo e joelho ralado.

Então, de hoje em diante, abrirei mão da bicicleta convencial. De hoje em diante, só ergométrica!

Lorivaldo já aderiu a campanha.

A bicicleta ergométrica é mais confortável, confiável e econômica. Você não precisa ficar subindo descendo ladeiras, atravessando ruas movimentadas, trombando com pedestres nas calçadas. E pra quem diz que não há emoção na ergométrica, veja:

Uma legítima competição caseira.

Depois de argumentos tão plausíveis e conclusivos, até ciclistas profissionais estão considerando a idéia.

Melhor do que subir a ribanceira com a bicicleta nas costas é!

Viva a ergométrica!

Comentários

Populares

Topo