Egocentrismo

Duas mil vezes Capinaremos.

Sim, esse é o post de número 2000 do blog Capinaremos.

Quero aqui explanar sobre um assunto que foi debatido nos comentários de um post anterior. Sobre credibilidade. Primeiramente, saibam que eu nem sabia que tinha credibilidade. Obrigado por dizerem que eu corro o risco de perdê-la.

Brincadeiras a parte, quero vocês saibam que eu faço o blog, desde sua criação, como uma maneira de ocupar meu tempo, como um verdadeiro hobby. Nunca pensei nele como uma profissão. Talvez ele só tenha crescido assim por que tudo que eu faço, procuro fazer da melhor maneira possível, nem que sejam tirinhas sobre pessoas cagando e vomitando.

Não serei hipócrita aqui em dizer que não penso em poder lucrar com o blog, fazer esses anúncios que vocês podem observar ao seu redor renderem, conseguir alguns bons publieditoriais. Mas acredito fielmente que não precisarei parar de postar conteúdo pessoal para que isso aconteça. Afinal, aqui já comemorei aniversários, já falei de trabalho, vestibular, carteira de motorista… Enfim, existe uma seção chamada Egocentrismo, só pra isso.

Não levem esse texto como sendo: “Foda-se os leitores, o blog é meu e eu posto o que eu quiser!” . Eu não considero o que eu faço uma prestação de serviço, muito menos vocês como consumidores dele. E, caso fosse, seria um serviço gratuito, seus putos ingratos. Na realidade, eu considero vocês como amigos, alguns que me acompanham desde muito tempo, outros que conheci outro dia. Agora, convenhamos, que mal tem eu falar para meus amigos que estou amando?

E eu estou. Porra, o blog se encaminha ao seu segundo ano de existência, quantos posts relacionados ao amor vocês já viram aqui? Vanessa não é só mais uma paixonite platônica de um nerd. Ela é especial. E, caras, não vai ter outra que vai aparecer por aqui, tenham certeza disso.

Meninas, e de mais pessoas que acreditam no amor, podem acompanhar melhor essa história no blog dela.

Enfim, tudo que eu gostaria que vocês soubessem, é que eu não quero e nunca vou ser um problogger típico. No meu blog sempre existirá o meu toque, não apenas o que está na moda, o que todo mundo está procurando no Google, e nem o que os famosos fizeram ou deixaram de fazer. Aprendi recentemente a transparecer emoções. E elas vão aparecer por aqui às vezes, vivam com isso.

Porém, entretanto, contudo, no entanto, todavia: Não se preocupem. O blog não irá virar um antro de posts meigos e que celebram a paz acima de tudo. Tudo irá continuar da mesma maneira. Ou seja, quadrinhos sem noção, fotos sem noção, textos sem noção e os eventuais posts do Marcos. Que, aliás, fez cirurgia na perna e queimou seu computador, tipo, passou embaixo de uma escada.

E vamos para mais 2000 posts. /o/

Relaxa e goza povo, relaxa e goza.

Comentários

Populares

Topo