Colunas

Side Quest Review: Os 8 odiados

sidequest

Oi gente!

Nós somos o Side Quest, um canal que fala sobre cultura pop e que, além de produzir vídeos novos toda a semana, vai trazer artigos especiais sobre cinema, séries, games e literatura toda quinta-feira, aqui no Capinaremos.

Que melhor maneira de estrear no estimado blog do que com a review da nova obra de arte do diretor mais enlouquecido do cinema moderno, Quentin Tarantino e seus 8 Odiados? Confere a review (SEM SPOILERS) e, depois, 4 motivos para assistir e outros 4 motivos (8, entendeu?) para NÃO assistir esse filmaço nos cinemas

 

Motivos para assistir:

  1. É um dos filmes mais diferentes de Quentin Tarantino: Esqueça aquela verborragia alucinada e a edição rápida e intensa de Kill Bill, ou a violência descarada de Bastardos Inglórios e À Prova de Morte. Oito Odiados tem uma pegada bem lenta, construindo os personagens e a tensão até o seu clímax intenso.

    violencia

  2. É um faroeste à la Sergio Leone: Tarantino conseguiu capturar a essência do Western Spaghetti com seus personagens caricatos, o estilo visual e a trilha magnífica de Enio Morricone (quem não lembra a trilha assoviada de O Bom, o Mal e o Feio?), que está inspirada demais na nova produção.
  3. O elenco é espetacular: Kurt Russel, Bruce Dern, Tim Roth, Samuel L. Jackson, Channing Tatum, Michael Madsen…todos com personagens muito bem escritos, personalidades fortes e carisma. As atuações são quase magnéticas.
    elenco

  4. A violência: 8 Odiados demora a engrenar, mas o terceiro ato é um banho de sangue e violência catártica, digno dos melhores filmes de Tarantino. O final é apoteótico.

    Motivos para não assistir:

  5. É um dos filmes mais diferentes de Tarantino: E isso pode não agradar os fãs das produções mais recentes do diretor. Os diálogos não são tão memoráveis e falta aquela primeira cena que nos prende na cadeira até o fim da projeção.
  6. É um faroeste à la Sergio Leone: Isso significa muita conversa, muita preparação e, só depois, a ação rápida e final. A espera pode não compensar para quem não aprecia o gênero.
  7. Falta objetividade: As produções do diretor sempre tiveram durações curtas. Tiros rápidos e certeiros. Mas desde Bastardos, Tarantino garantiu a liberdade necessária para expandir seus filmes. Isso já prejudicou Django (o D é mudo), mas aqui, são três horas e sete minutos, contando um intervalo de 15 minutos (que no Brasil, não vai ocorrer). Não afeta o filme, mas pode desagradar quem procura algo mais objetivo.

    parado

  8. A violência: Se você não quer um filme violento, não vai gostar de Tarantino e não vai gostar de 8 Odiados. Então, nem faz sentido ler este post…

    samuel

Comentários

Populares

Topo