Animaremos

Animaremos – Death Parade

animaremos

Dando continuidade na vibe de começo de ano, vamos falar de coisa boa? Um dos destaques do ano que passou para quem gosta de animes de boa qualidade foi Death Parade, uma boa pedida para se perder durante o fim de semana já que se trata de um anime de apenas doze episódios produzido pela Madhouse.

 Death Parade

21464

Já pensou no que acontece depois da sua morte? Death Parade talvez tenha uma forma nova para você refletir sobre o assunto.

 QuinDecim, um bar com apenas dois elevadores como entrada, onde um atendente chamado Decim e sua assistente convidam duas pessoas (que se conhecem ou não) para um jogo, mas apenas um deles sairá vivo. Eles não se recordam como chegaram até lá e a mente de ambos está um tanto confusa, cheia de falhas na memória, então não se tem escolha se não aceitar já que não há nenhuma saída do bar, pois os elevadores não funcionam depois que você adentrou no recinto e o atendente, Decim afirma que ninguém sai até o jogo ser terminado. Ao final do jogo é descoberto que ambos os convidados já estão mortos e que Decim, além de bartender, é o juiz que decide para onde cada um vai, céu ou inferno julgando através das ações tomadas durante o jogo.
Death Parade é uma animação de doze episódios com uma pegada forte, cheio de reviravoltas, onde o medo e a pressão psicológica movem os personagens de forma bastante desesperadora e surpreendentemente humana, sempre nos levando a pensar até onde somos capazes de ir na tentativa de preservar a nossa vida. Cada episódio contém histórias indivuais, sendo introduzidos novos personagens, mas mantendo uma linha sutil que entrelaça o enredo aos poucos deixando claro que mesmo sendo um anime curto, sua história é bem desenvolvida e cativante.

Protagonistas

IRsGrAo

Decim

Dono de um olhar de peixe morto e personalidade peculiar, Decim é o juiz responsável pelo bar QuinDecim, local que pode ser chamado de purgatório, onde através de jogos ele decide se as almas vão para o céu ou inferno, antes de chegarem ao bar,  recebendo as memórias de ambas as almas para poder ter base em seus julgamentos. Logo de cara já se nota que ele quase não apresenta emoções independente da situação, sempre com a mesma expressão séria, ele começa a refletir sobre a natureza humana e como suas ações muitas vezes podem não ser apenas o que os olhos veem, o que pode ou não acabar interferindo em seus julgamentos futuros.

death_parade-04-onna-assistant-bar-alcohol

Onna

Onna foi nominada assistente de Decim e não recebeu um nome, então eles apenas a chamam de mulher (onna em japonês). Apesar de sempre parecer desinteressada em seu trabalho, por muitas vezes acaba por se apegar aos humanos julgados pelo Decim e diferente dele, ela não recebe as memórias das pessoas, julgando apenas o que ela vê durante os jogos. Onna tem a percepção humana, ela entende a sua natureza confusa e que muitas vezes acaba por tomar atitudes que Decim não compreende, fazendo com que ela seja o estopim para ele desenvolver suas primeiras dúvidas sobre como devem ser feitos os julgamentos para o céu e o inferno.

Outros personagens

maxresdefault

Nona
Nona é como a supervisora dos juízes, sendo uma mulher surpreendentemente foda e forte para a sua altura, ela é capaz de intimidar e nocautear o mais cabra macho dos juízes.
N.R: Sem mais, quero ela como supervisora em todos os animes colocando os personagens bundões no seu devido lugar.

D1m0U80

Clavis
Ascensorista de elevador do purgatório.
N.R: Sim, ele só faz isso mesmo.

tumblr_nlvqnnRuYp1qjqv2uo1_500

Ginti
Ginti é juiz e bartender assim como Decim sendo responsável pelo bar estilo oriental Virginti. Tendo uma personalidade mais explosiva, olhar intimidador e jeito de ogro palitando os dentes com galho de arvore, Ginti sempre acaba por descontar a sua raiva em Decim por achar inaceitável seu modo de julgamento. Sua assistente é uma gata preta chamada Memine.

Latest-cb=20150214234324

N.R: Sim, tem imagem da gata, porque ela é divina.

1rLKPXG

Oculus

Sabem aquele tiozão véio que está sempre no bar perto da sua casa jogando bilhar que todo mundo no bairro respeita, mas você não sabe o porquê? É o Oculus. Até então se sabe que ele tem o posto mais alto no purgatório, o que ele faz de fato por lá não foi mostrado, mas quando mostra ele fazendo algo além de jogar, esse velho pode ser assustador.
N.R: Ele tem uma flor como coque tanto no queixo como na cabeça que desabrocham, isso é algo no mínimo bizarro.

Palavras finais

Gente, só pra avisar, pode haver uma segunda temporada de Death Parade já que esse anime foi lançado em 2015 na temporada de inverno, mas sem confirmações até agora. Se houver continuação, será muito bem-vinda já que a qualidade da animação dele é muito boa e a história por trás das tretas dos juízes é bastante instigante. O humor do anime é na quantidade certa, sem ficar cansativo, priorizando sempre a seriedade da história original.
Vale lembrar que também existe o especial Death Billiards pra quem quer um dar uma olhadinha em como são os julgamentos sem precisar assistir o anime.

Até nosso próximo encontro!!

 . Escrito por Takeda: Amante de animes, livros de romance, seriados, gatinhos fofos e domingos preguiçosos. Tem como passatempo a escrita nas horas vagas, playing game e o twitter.

Opiniões e sugestões sempre bem vindas aqui: [email protected] / @namitakeda

Comentários

Populares

Topo