CapinaFitness – Termogênicos, utilizar ou não? Saiba o que aconteceu em seu corpo!

capinafitness

Primeiramente é necessário analisarmos o processo de metabolização de gorduras que é dependente de dois processos fisiológicos: Lipólise e Oxidação de gorduras.

A lipólise é a quebra de triglicerídeo (gordura) em ácido graxo e glicerol pela ação de enzimas, a principal é a Lipase Hormônio Sensível (LHS). A ativação da LHS é através da Adrenalina, Noradrenalina, Cortisol, Glucagon e GH.

Após ocorrer a lipólise e os ácidos graxos serem liberados na corrente sanguínea a albumina os carrega até a célula muscular.

Quando o ácido graxo entra na célula muscular temos um transportador de ácido graxo no sarcoplasma chamado de FABP (proteína de ligação de ácido graxo). Do sarcoplasma o ácido graxo entra nas mitocôndrias através da enzima carnitina palmitoil transferase.

Dentro das mitocôndrias, primeiramente o ácido graxo passa pela Beta-Oxidação para produzir o Acetil-Coa.

O Acetil-Coa entra no Ciclo de Krebs que tem como função oxidar a molécula de Acetil-Coa produzindo hidrogênios e CO2. A importância dos hidrogênios é que eles possuem os elétrons (contêm a energia potencial).

Os elétrons são utilizados na Cadeia Transportadora de Elétrons onde passam pelos citocromos a fim de formar o ATP. Temos ainda no final da via o O2 aceitando os prótons H+ e formando água.

Portanto, sem os dois processos fisiológicos (Lipólise e Oxidação) a metabolização (queima) de gorduras não ocorre.

Qual seria a função dos termogênicos???

Os termogênicos, principalmente os que contém efedrina, atuam sobre o hipotálamo aumentando a atividade simpática mesmo em repouso, o que não acontece sem o seu uso, pois em repouso temos a atuação do sistema nervoso parassimpático.

Sendo assim, como temos mesmo em repouso a ação do sistema nervoso simpático pelo efeito da efedrina, teremos maior liberação dos hormônios lipolíticos Adrenalina, Noradrenalina, Cortisol, Glucagon e GH, o que consequentemente faz aumentar a Lipólise (primeira reação da metabolização de gorduras).

Porém, os termogênicos (que contém efedrina) não fazem com que ocorra a Oxidação de Gorduras, que nada mais é do que a oxidação dos ácidos graxos nas mitocôndrias. Somente o exercício faz com que ocorra maior Oxidação.

Sendo assim, a utilização de termogênico (efedrina) com exercício físico leva a maior Lipólise e Oxidação de gorduras no primeiro momento.

Contudo, nosso organismo sempre visa a Homeostasia é identificado que algo anormal está acontecendo porque o homeostático é termos em repouso maior atuação do sistema nervoso parassimpático e consequentemente maior liberação de acetilcolina, contudo, devido ao uso do termogênico (efedrina) houve uma atuação sobre o hipotálamo fazendo com que tivéssemos maior atuação mesmo em repouso do sistema nervoso simpático.

Sendo assim, o organismo para responder a essa realidade diminui os receptores beta-3-adrenérgicos no tecido adiposo, o que na fisiologia se chama downregulation.

Com isso, quando o termogênico é retirado, voltamos a ter em repouso maior atuação do sistema nervoso parassimpático.

Porém, agora acontecerá o quadro de efeito sanfona, porque como houve diminuição dos receptores beta-3-adrenérgico para ocorrer a Lipólise será mais difícil o que determina o reganho de gordura corporal.

Os receptores beta-3-adrenérgicos são sim recuperados, mecanismo fisiológico chamado de upregulation, porém, levará um certo tempo que é indefinido na literatura, pois, varia de pessoa para pessoa, quem tem mais ou menos receptores.

Sendo assim, não há eficácia dos termogênicos (efedrina), pois, levar no primeiro momento ao aumento da Lipólise, mas depois diminuir a Lipólise não é algo vantajoso e nem eficiente.

Coloquei termogênico (efedrina), pois, aqueles que são apenas a base de cafeína não levam a uma grande mudança no hipotálamo fazendo com que se tenha aumento da atividade nervosa simpática em repouso. Mas normalmente, os produtos comercializados são à base de cafeína e taurina.

Comentários

Populares

Topo