Colunas

Side Quest Review: Capitão América 3 – Guerra Civil

sidequest nova

Assistir qualquer filme Marvel no cinema já é sinônimo de, ao menos, um grande gole de diversão regada à pipoca e refrigerante. A fórmula foi aperfeiçoada à perfeição e, por um tempo, os filmes simplesmente entraram no automático. E foi por pouco que o estúdio não entrou em estagnação criativa, depois de uma primeira fase de extremo sucesso comercial e impulso da crítica. Quando a fórmula começou a cansar, já em Homem-de-Ferro 3 e Thor 2, os diretores de Capitão América 2 e 3, Joe e Anthony Russo, afirmaram essa semana que foi o anúncio de Batman V Superman que convenceu o cabeça dos estúdios Marvel a apostar tudo em Guerra Civil.

Independente, ele definitivamente não é o melhor filme do estúdio. Esse título segue com Soldado Invernal, um filme que funciona mesmo fora do universo cinemático da Casa das Ideias. Como filme de equipe, Guerra Civil tem todo o potencial para ser um dos melhores filmes de heróis já produzidos.

Confere o vídeo. A partir da metade dele TEM SPOILERS. Mas a gente avisa 😉

gif captao bucky

Nessa cena, BvS é o Homem-de-Ferro e Guerra Civil é o Capitão e o Bucky

Não seria justo comparar com o lançamento de Batman V Superman, mas é inevitável: os dois filmes partem do pressuposto de heróis se enfrentando. Mas diferente da produção da DC Comics, dessa vez os heróis tem ideologias e motivos pessoais suficientes para justificar a briga. Enquanto BvS tem um filme para acimentar a relação entre seus protagonistas, Guerra Civil já fez isso ao longo de horas e horas de interação entre eles. O lado pró-registro (dessa vez comandado pela ONU) apresenta argumentos sensatos, da mesma forma que Steve Rogers também é contra o fim da liberdade de atuação dos heróis. O espectador, mesmo com suas convicções se sente arrasado em tentar decidir qual seu lado, quando todas as razões são muito fortes.

civil_war__captain_america_by_ikkispartan-d9umr81

E quando chega a hora da briga, as motivações são suficientes. E aí que entra o lado pessoal…mas não vamos falar muito não…digamos que novamente, envolve uma mãe. Mas o nome dela não é Marta.

Realmente dói ver os heróis brigando entre si e o que mais assusta é que a trama não descambou para o lado do “Agora heróis se unem para enfrentar um mal maior”. A reviravolta final é tão surpreendente e corajosa que se torna a pá-de-cal na relação entre os pró-registros e anti-registros. Poucos mudam sua opinião e o final é amargo. Não há migalhas de terra flutuando em um caixão. Há apenas o silêncio do fim de toda uma era.

pantera

Pantera Negra foi destaque

Guerra Civil, na sua opulência de personagens e bombardeio de informações comete erros. Mas dá espaço igual a todos de forma competente e desenvolve uma história consistente, emocionante e com pra fazer os fãs chorarem de emoção.

Comentários

Populares

Topo