Suplementação com creatina, o que dizer?

capinafitness

Boa terça-feira CapinaFitness!!! Espero que todos aqui estejam bem!!! Hoje vamos entender melhor sobre a Creatina, e quais os motivos para ingerir.

Bom, antes devemos entender o Sistema Energético Anaeróbio Alático, esse é o sistema mais rápido para o produção de energia em nosso corpo.

Então como ocorre? Ingerimos alimentos certo? Todos os alimentos contém nutrientes que ou são usados rapidamente para desenvolver movimentos mecânicos (contração) ou são armazenados para necessidades futuras. Então -> Alimento = Produção de Energia (ATPs), para produzir energia, esse alimento deve ser metabolizado.

De forma mais direta, quando nos exercitamos em alta intensidade, percebemos que não conseguimos manter essa intensidade por muito tempo, qual o motivo disso?

Importante antes de entenderem -> ATP quebrado, resulta em ADP + Pi, onde energia é utilizada.

Para simplificar, o ATP que produzimos dura em média de dois á três segundos, mas logo após acabar, pedimos ajuda, essa ajuda vem do Sistema Energético Anaeróbio Alático ou da Via da Fosfogênica (Fosfocreatina).

Então, á partir de reações químicas, a Fosfocreatina intramuscular que temos, é quebrada, resultando em Creatina + Pi (Fosfato), esse Pi, é utilizado para formar ATP novamente, fazendo com que a atividade continue, por mais dez ou quinze segundos.

O que a Creatina tem a ver com isso? Pensamos que com mais Creatina (suplementando), vamos aumentar a nossa força, aguentando mais cargas, é um erro pensarmos assim, pois a força é produzida por aumentos de miofribilas (proteínas contráteis, ou seja, mais músculo), o fato de suplementarmos com Creatina, significa que ficaremos apenas mais resistentes, pois haverá, se houver, mais estoques de Creatina, ajudando na produção de energia.

Espero ter simplificado ao máximo esse processo!!! Qualquer dúvida, é só deixar nos comentários!!! Grande abraço.

Comentários

Populares

Topo