CapinaLemos

CapinaLemos – Especial Dia das Crianças

capinalemos

Salve amiguinhos do CapinaLemos!!!

Hoje, em homenagem ao dia das crianças, iremos falar sobre alguns livros interessantes para desenvolvimento literário dos pimpolhos.

Eu ainda não tenho filhos, mas moro com meus sobrinhos desde sempre e sei o quanto é bom para uma criança o habito da leitura (para todos nós na verdade). Por isso, hoje a coluna sera um especial do dia das crianças.Vou listar aqui alguns livros, baseado em opiniões da crítica, de conhecidos e da minha própria experiência.

Bora para mais um CapinaLemos!

harry

Bruxa Onilda – Série de Livros

Os primeiros livros que me recordo que tive contato e marcaram minha infância são os livros da Bruxa Onilda. Do espanhol Enric Larreula, os livros são indicados para crianças de 05 a 08 anos e trazem histórias sobre os feitos da Bruxa Onilda em várias situações e regiões do globo.

Lembro de ter lido boa parte da série nos tempos da escola e gostava demais das histórias, sempre leves e divertidas. Uma ótima pedida para crianças que estão começando a ler. Posteriormente ganhou uma série animada que eu apesar da idade já avançada (Uns 15,16 anos na época) assistia com aquele prazer nostálgico de ver um personagem querido ganhando vida em outra midia.

onilda

 

O Pequeno Nicolau

Com ilustrações de Jean-Jacques Sempé, o livrinho aparentemente despretensioso escrito pelo francês René Gos­cin­ny, criador de Asterix, que viveu em Buenos Aires durante a infância e parte da juventude, narra em primeira pessoa as aventuras do menino Nicolau. Contando suas experiências na escola, em casa com os pais e com os amigos, Nicolau diverte e ao mesmo tempo apresenta uma narrativa de como uma criança percebe o mundo ao seu redor. Ganhou um filme em 2009 e é um livro até hoje aclamado e recomendado as crianças pela critica especializada.

nicolau

 

As Aventuras de Robin Hood

Robin Hood é um clássico da literatura universal (poucas pessoas não sabem quem é). As histórias estabelecidas por Alexandre Dumas são as mais bem cuidadas e são ambientadas nos séculos 12 e 13, sob o reinado de Ricardo Coração de Leão. O criminoso que rouba dos ricos para doar aos pobres é admirador do rei Ricardo e batalha para que volte ao trono. Nas matas de Sherwood e Barnsdale, Robin Hood e seus aliados, como João Pequeno, lutam contra o xerife de Nottingham e os soldados do rei usurpador. Há também a bela Lady Marian, paixão de Robin Hood, e o frei Tuck, seu aliado.

Um dos personagens que mais gostei quando bem pequeno (Entre meus 6 e 8 anos), foi parte importante da minha infância, o primeiro “fora da lei” que admirei no mundo literário. E que pode ser apresentado a públicos de todas as idades sem se desgastar, pois sua história pode ser trabalhada em vários níveis de intensidade.  Não preciso citar as várias adaptações que o personagem ganhou ao longo dos anos, mas pensando no público infantil, temos o filme da Disney de 1973.

robin-hood

 

O Pequeno Príncipe

Esse livro dispensa maiores apresentações né? Apesar de as vezes contestado e acusado de ser superestimado, O Pequeno Príncipe tem muito a nos ensinar sobre valores. Quando criança, o que mais me marcou ao ler foi a amizade entre o Príncipe e a Raposa e até hoje eu tenho a opinião que amizades são coisas muito preciosas e que nem sempre cuidamos da maneira que deveríamos.

O livro na verdade pode ser lido em diferentes estágios da vida e sempre terá algo de útil a nos trazer. Mas na primeira infância a história vai pegar mais forte no ponto das amizades, convívio com pessoas queridas e de como algumas coisas são diferentes no ponto de vista de uma criança em contraste com os adultos. O livro ganhou recentemente uma adaptação cinematográfica que, apesar de trazer uma versão diferente da história (Como se fosse algo acontecido depois do livro) é uma experiência sensacional. Levei minha afilhada e meu sobrinho ao cinema (Tinham aproximadamente 7 anos na época) e ambos entenderam, se emocionaram e choraram com o filme. A história realmente se comunica com as crianças de uma maneira especial.

principe

 

O Meu Pé de Laranja Lima

Agora falando em livros nacionais, temos aqui um clássico quase obrigatório para as crianças.

Publicado pela primeira vez em 1968, “Meu pé de laranja lima” tornou-se rapidamente um clássico da literatura infanto-juvenil brasileira. Foi traduzido para 32 idiomas e publicado em outros 19 países. José Mauro de Vasconcelos nos traz as impressões de uma infância difícil, diretamente do ponto de vista de uma criança vivenciando tudo isso. É fácil se identificar com a história de um menino pobre e sonhador, transitando entre o real e o imaginário para conseguir suportar as desventuras de sua vida. Assim como os demais, também tem uma adaptação cinematográfica.

meu-pe-de-laranja-lima

 

É isso amiguinhos, temos uma infinidade de livros do gênero para citar e iniciar a vida literária dos pequenos que cercam nossa vida, e busquei aqui trazer alguns dos quais marcaram minha vida ou são internacionalmente reconhecidos como ótimos títulos para as crianças.

matilda

Citei em todos os casos os filmes, pois acho muito legal para a criança ver esses personagens ganhar vida fora do seu imaginário. Nós leitores sempre temos em nossa mente as imagens de cenários, personagens e acontecimentos dos livros e nem sempre as retratações cinematográficas são fiéis mas acredito que nessa iniciação de leitura é legal para a criança se apegar as histórias impressas. Mas nem todos vão gostar de ler no fim das contas, o que vale é incentivar se houver interesse.

Se você tiver alguma dúvida, sugestão ou reclamação, entre em contato conosco!

Email: [email protected]

Grupo: Casa dos Livros – CapinaLemos

E você, qual o livro que marcou sua infância?
Padilha

 

Comentários

Populares

Topo