Romanticamente Apocalíptico

Romanticamente Apocalíptico [142]

ra142g

engiedis

 ”ENGIE!”

“VOCÊ DEVE SER MAIS CALMO AO FALAR COM OS ANIMAIS! ESPERO QUE VOCÊ TENHA MELHORADO EM PATINAÇÃO NO GELO E EM FABRICAÇÃO DE NINHOS!” era crítica do Capitão quando eu expliquei onde e por que eu tinha deixado a ” pá mais preciosa” .

“VOCÊ SABE O CUSTO DE SUBSTITUIÇÃO DE UMA PÁ? EU TEREI QUE PEDIR OUTRO EMPRÉSTIMO NO BANCO E O GERENTE JÁ ESTÁ ME OLHANDO DE CARA ESTRANHA, ALÉM DE NÃO ESTAR FALANDO COMIGO!” Capitão continuou a reclamar.

Se o monstro verme Photoshop me comesse em vez da pá, eu acho que o Capitão ficaria um pouco menos chateado.
Será que aquilo era mesmo Photoshop? Parecia um pouco maior e mais longo. Não podemos ter certeza de qualquer coisa nestes dias. Tenho medo de que um dia eu vou finalmente sucumbir ao botulismo ou algum outro tipo de envenenamento e que vai ser o fim.

Eu vejo algo que não está lá e caio de um penhasco. Ou escorregar em uma fenda de neve e lentamente afundar mais e mais … e ninguém vai me encontrar ou me ajudar.

Brrr.

Estou desenvolvendo uma paranoia grave de neve, além de minha hipocondria severa.
Depois do meu encontro com o monstro comedor de pás, eu comecei a jogar pedras na minha frente e depois pisar somente nos pontos onde as rochas não afundaram na neve.
Você nunca pode ter certeza de que não há algo horrível lá embaixo .
NUNCA.

Graças a deus minha quionofobia não é em tão grave como a do Snippy. Ele parece calmo na superfície, exceto algumas vezes …. Eeesh.
Lembro-me de que uma vez que ele ficou completamente maluco quando um grande floco de neve caiu sobre sua lente. Pirando, batendo e gritando num total colapso psicótico completo. Graças a deus o Capitão colocou chá na sua máscara para distraí-lo.
Ele mesmo falou depois sobre os flocos de neve que vivem e como eles planejavam destruir suas lentes, cortá-lo e furar sua cabeça para provar seus sucos orgânicos.
” Cuidado com os flocos de neve ” Charles me disse mais tarde . “Não se pode confiar neles!”

“O que eles vão fazer? Me pegar e me levar embora para o Pólo Norte?” Comentei brincando.

“Estou falando sério! Eu não sou louco! Eu sei que parece loucura, mas os flocos de neve estavam planejando matar a todos nós!”
Ele gritou, sacudindo seus braços de forma psicótica.

A condição mental do Snippy me preocupa. Eu acho que o Capitão só está a agravar a situação com suas exigências absurdas.
Espero que Snippy não me apunhale com uma espátula, enquanto eu estiver de costas. E se ele é extremamente ciumento do tamanho da minha pá e se apenas um pequeno floco de neve pode tirá-lo do sério…
E se ele descobre, se lembra quem eu sou?
E se ele suspeita das coisas? E se ele já sabe meu nome verdadeiro e está esperando o momento certo para atacar, para se vingar de seu antigo chefe por todas as coisas que eu fiz com ele?

Tenho medo de Charles Snippy. Muito, muito medo.

Ele fica sempre olhando para aquela caneca de coração do Capitão como se aquela coisa fosse crescer pernas e sair andando, ou algo assim.

“Caramba. É apenas uma caneca, cara, relaxa!” Eu disse a ele.
“Não” , ele respondeu : “É uma coisa abominável! Seus motivos não são claros. Eu não sei se devo ou não confiar nela!” Ele começou a postular .

Eu acho que o estado mental de Snippy está lentamente deslizando para o do Capitão. Falar com objetos inanimados, inventar histórias estranhas, gritar para o nada. Recentemente ouvi Snippy gritando:
“Eu estou vivo! O que? Não, você fez o que?! Estou vivo, não me importa o que você fez!” Snippy gritou.

Olhei por uma fresta na parede para ele. Ele estava definitivamente tendo um outro ataque. Pela sua pose e suas mãos, deduzi que ele estava falando com o cachecol.

“Eu sou humano! Eu só quero ser normal!”
Snippy gritou:
” PARE DE PERGUNTAR!”
“TARDE DEMAIS!”
“VOCÊ PODE POR FAVOR DEIXAR MINHA ESPINHA EM PAZ?!”
” COLOQUE MEU FÍGADO DE VOLTA!”
“PARE DE DESLIZAR MEUS ÓRGÃOS INTERNAMENTE!”
” MAS O QUÊ!?”
“NÃO FAÇA ISSO!”
” NÃO, EU NÃO QUERO COMER METAL!”
” EU NÃO ME IMPORTO EM COMO É CONVENIENTE TER DEZESSETE APÊNDICES!”

Penso que Snippy imaginou que o cachecol estava oferecendo-lhe algum tipo de super- poderes, incluindo a imortalidade e ele estava rejeitando.
Quando eu era jovem, eu sempre quis que alguém me oferecesse super-poderes…
Seria tipo “Claro que sim, eu gostaria de ser imortal e ter a força de 10”. Eu sempre odiei os romances em que os personagens escolheram serem humanos em vez de aceitar a grandeza. Este foi um dos motivos que eu criei Projeto Sete: encontrar alguém que é verdadeiramente grande… mesmo sem a condição humana. Eu realmente deveria ter sabido que um super dotado com poderes de sorte viria a ser um imbecil despreocupado e confuso.
Eu estava errado? Talvez.
Será que eu arruinei a humanidade lançando a consulta de pesquisa?
Talvez.

Agora que a cidade está morta e minhas esperanças e sonhos deitam quebrados e radioativos, eu não tenho nada para agarrar, a não ser a minha própria vida. Devo sobreviver. Eu tenho medo da morte. Muito medo.
Eu não devo desistir. Devo engolir mais uma lata de atum com dez anos de idade, não importa o quão ruim ela seja.
… Eu ainda tenho uma chance de sobreviver, para evitar abraço escuro da morte, enquanto eu ficar perto do Capitão. Enquanto eu estiver na vizinhança do Capitão ou em missões do Capitão, enquanto eu for necessário para o Capitão, tudo provavelmente ficará bem.

AGRADECIMENTOS:

Alexius, pela sua brilhante criação;
Aos apoiadores do Capinaremos, que atingiram a meta para o retorno do RA;
Eu, pela tradução do texto deste capítulo.

Comentários

Populares

Topo