CapinaLemos

CapinaLemos – Trilogia Comando Sul

capinalemos

Cá estamos nós novamente, queridos capinaleitores! Já faz algum tempo que quero falar dessa trilogia por aqui, porque fiquei realmente impressionada com a qualidade da história e narrativa. Facilmente uma das melhores coisas que eu li nos últimos anos!

A trilogia Comando Sul é composta de três livros: Aniquilação, Autoridade e Aceitação. Essas obras do escritor Jeff VanderMeer são consideradas pelo próprio autor parte do gênero “new weird”, ou novo estranho, que é algo como uma mistura de sci-fi e terror. Gostou de Stranger Things? Provavelmente vai curtir new weird também.

trilogia

Pra facilitar, vou falar separadamente de cada um dos livros, e dar a minha conclusão no final. Bora?

Aniquilaçãoaniquilac3a7c3a3o-gif

A Área X já está há décadas isolada do resto do mundo. O governo diz que isso é devido a experimentos nucleares e para a segurança da própria população, mas quem está mais informado sabe que apenas a segunda afirmação é verdadeira. Onze expedições já foram enviadas à Área X, e nem todas retornaram. A última delas trouxe todos os membros de volta, mas apenas como sombras de quem eles eram antes. Saímos acompanhando a décima segunda expedição, compostas de profissionais de diversas áreas, entre elas nossa protagonista, que conhecemos apenas como a bióloga. À medida que entramos no coração da Área X, entramos também no coração da bióloga, suas motivações e seus medos.

O que dizer desse livro que eu mal conheço e já considero pacas? Primeiramente, somos apresentados ao universo misterioso, fascinante e grotesco que é a Área X. A melhor parte disso é que o autor não nos dá nenhum conhecimento alheio à protagonista. É como se você estivesse realmente entrando no lugar junto com ela, e nada faz sentido! Aos poucos, com cada descoberta, um quebra cabeça insano vai se montando na sua mente. Tudo isso acontece envolto em uma atmosfera de filme de suspense e terror; as ameaças e revelações podem vir de qualquer parte, ou de parte nenhuma.
O único ponto negativo de Aniquilação pra mim foi que eu não consegui largar o osso a madrugada toda e tive que ir trabalhar virada no dia seguinte. Acaba num cliffhanger gigantesco, mas tudo bem, porque depois temos…

Autoridadeautoridade-740x300

Em Autoridade, somos apresentados à sede do Comando Sul e seus funcionários. O Comando Sul é o órgão do governo responsável por obter respostas da Área X e, francamente, tá uma bagunça. Há muitos anos não se obtém nada de novo e muito menos definitivo, e para piorar, a principal líder não está mais presente, talvez levando consigo parte das revelações que são esperadas. John Rodriguez, mais conhecido como “Controle”, é apontado como novo líder e o que se espera dele é que ordem seja instaurada ao Comando Sul. Acompanhamos Controle em suas tentativas extremamente frustrantes de entender o funcionamento do Comando Sul e os porquês da Área X, mas cada descoberta revela verdades perturbadoras sobre os personagens e sobre a agência.

Olha, não vou mentir: apesar de trazer respostas a algumas perguntas que são trazidas de Aniquilação, elas não são satisfatórias, e muito menos tranquilizadoras! Na verdade, eu achei esse livro o mais fraco da trilogia, embora ele introduza os melhores personagens. O Controle então é a melhor pessoa. Sabe aquela pessoa do seu círculo de amigos que só faz merda mas todo mundo adora e dá vontade de pegar no colo e proteger do mundo (oi Tripode!)? Ele mesmo.
Porém, eu acho que a trama não se desenvolve de uma forma clara e concisa tanto quanto eu gostaria. Detalhes ficam mal explicados, tem plot hole. Eu achava que eles iam ser consertados no volume final da trilogia, mas não são. Mas mesmo assim, Autoridade é o livro das respostas, e é aqui que a gente começa a realmente entender a Área X sob uma nova luz. Até que…

Aceitação
aceitacao

Devido aos acontecimentos em Autoridade, finalmente temos a fusão de dois mundos: Área X e Comando Sul. Aceitação traz o ponto de vista de todos os nossos personagens favoritos, permitindo que possamos enxergar como nunca antes o que há por trás de cada ação é de cada acontecimento do passado e do presente. As respostas fluem, mas são muito mais inquietantes que a imaginação permitiria supor.

Aquele ditado né: aceita que dói menos. Aceitação é bem isso. Geralmente, rola um God ex Machina quando tudo se junta pra fazer sentido, mas isso não acontece aqui. O que eu mais amei na conclusão dessa história é que parece aqueles gifs delícia onde as coisas se encaixam com perfeição. Deu pra ser mindblowing, mas sem forçar a barra…ok, talvez um pouquinho, mas não de um jeito ruim. É psicodélico, mas não faria sentido de outra forma. Por mais que eu queira falar longamente do final da trilogia, não quero deixar nenhum spoiler e possivelmente estragar a experiência de alguém. Só vou dizer que se você conseguir adivinhar o final da história, precisa procurar um psiquiatra, ou escrever um livro. Ou os dois.

Conclusões gerais:

MELHOR INTRODUÇÃO AO NEW WEIRD. Eu conhecia pouco do gênero quando li essa trilogia, e tenho certeza que foi ela que fundamentou meu fascínio com o new weird. Tem um pouco de tudo pra todo mundo sabe? Tem a protagonista bicho grilo quietona, tem o líder carismático, tem monstro, tem plot twist até arder o olho. A melhor coisa do Jeff VanderMeer como autor é que ele cria uma atmosfera agonizante de você sentir que tá dentro do livro, e estar dentro de uma história assim, onde você tem todos esses elementos conflitantes que ao mesmo tempo se encaixam tão bem, é um presente.
É perfeito? Não né, mas a vida não é perfeita, e é isso que torna Comando Sul uma obra tão boa, na verdade. Espero que leiam e gostem tanto quanto eu! Ósculos, amplexos e boa leitura!

Luci <3

Comentários

Populares

Topo