Capinascreen: Contando o final de 7 séries pra você não precisar assistir

Já pensou que devia começar uma série nova, escolheu aquela que todo mundo comenta e desistiu após ver que ela já está na 19º temporada? Pois é, isso acontece com todos nós, e eu não estou aqui pra te incentivar a assistir essa série, na verdade vou fazer o contrário. O artigo de hoje é pra te contar o final de algumas séries pra você não se sentir mal por ter desistido antes de começar e deixar outra série mais curtinha tomar conta da sua vida social.

A lista a seguir também conta com séries ainda em andamento para o caso de você querer começá-las a partir desta breve sinopse repleta de spoilers.

Vamos lá!

1. Friends

Friends é uma história sobre seis amigos entrando na vida adulta, uma história sobre crescimento, amadurecimento e aprender com as pessoas que você se importa. Durante toda a série os personagens passam por indas e vindas em suas relações, principalmente Rachel e Ross, que têm um filho juntos e vivem uma relação de vai e volta quase que interminável.

No fim, Monica e Chandler ficam juntos e adotam crianças; Ross e Rachel se comprometem um ao outro (parece que dessa vez é pra sempre). Phoebe encontra um marido e Joey fica como o solteirão da série. Enfim, tudo termina bem. Friends tem um total de 236 episódios e dois especiais, então podem me agradecer pela sinopse.

2. Lost

Lost é uma das séries mais faladas de todos os tempos devido à quantidade de teorias que nasceram envolvendo seu final. Ela começa contando a história de um grupo de pessoas que sobrevivem a um acidente de avião e se veem perdidos em uma ilha misteriosa e a partir daí vira uma bagunça, vezes terrível, vezes divertida, e termina com mais perguntas e respostas.

O final de Lost dividiu os fãs da série e muita gente sequer entendeu o que viu no derradeiro episódio. A ilha era o purgatório? Todo mundo estava morto? Os roteiristas já disseram que não. Então o que diabos aconteceu?  Kate, Claire, Lapidus, Sawyer, Miles e Richard deixaram a ilha e viveram vidas aparentemente normais fora dela. Já Hurley e Ben continuaram na ilha e viveram muito tempo dentro dela.

Aqueles que morreram, morreram em diferentes épocas, já que a ilha não tinha um lugar fixo no tempo, era uma junção de presente, passado e futuro, o que “”””meio que explica””” as coisas malucas que vimos durante suas seis temporadas. Lost termina como uma lição de amor, com personagens se reencontrando, firmando fortes laços ou finalmente encontrando sua redenção.

3. How I Met Your Mother

Em How I Met Your Mother nós e os filhos de Ted ouvimos a história de como o protagonista conheceu sua mulher, história essa que se extende por um longo tempo e dura nove temporadas. Como um bom sitcom, acompanhamos Ted e seus amigos fazerem tudo o que pessoas normais fazem, entrar e sair de relacionamentos e trocar de carreira, por exemplo, e só terminamos por saber como Ted conheceu a mãe de seus filhos no episódio final…

…Ou quase, já que toda a história contada por Ted é sobre Robin, uma garota que ele conhece no primeiro episódio e por quem era apaixonado todo esse tempo. O fim deixou as crianças bem desapontadas, assim como todos os fãs com quem eu conversei.

4. The Walking Dead

The Walking Dead usa a premissa do apocalipse zumbi para mostrar o quão piores que os “walkers” os humanos podem ser. Todos sofrem durante a série, principalmente o espectador, que tem de aturar os altos e baixos e dezenas de episódios entediantes. Detre os personagens, quem mais sofre é Rick Grimes, protagonista do show, que mata seu melhor amigo, perde sua mulher e cada vez mais membros de seu grupo.

Na temporada atual The Walking Dead introduziu Negan, famoso vilão dos quadrinhos que usa um bastão de baseball com arame farpado chamado Lucille. Após um cliffhanger covarde no season finale, Lucille retorna em outra temporada matando Glenn e Abraham, dois dos principais integrantes do show, e deixando o grupo em cacos. A morte de Glenn, apesar de não ser a primeira entre os personagens principais, é a mais brutal e a que mais pesa em toda a série. Negan pegou um pouco pesado com a galerinha de Alexandria, que agora pretende lutar contra ele já que Daryl, Michonne e Rick (e sua Colt Python) estão unidos mais uma vez.

5. Mad Men

Mad Men é uma série sensacional do início ao fim e é bem difícil dar um grande spoiler sobre seu final, já que a magia dela está em cada episódio de suas sete temporadas. Nela acompanhamos a carreira de Don Draper, publicitário que trabalha adivinha onde? Numa agência de publicidade! Além das ideias geniais de Draper no âmbito profissional, também acompanhamos sua vida pessoal, o vemos perder esposas e descobrimos que Don Draper não é o nome real do protagonista, mas sim seu pseudônimo – que foi “herdado” de um homem que já morreu.

A série tem início na década de 50 e termina na década de 70. Don abre sua própria agência e o vemos dirigi-la nos episódios finais de Mad Men. A última cena mostra o protagonista em uma espécie de retiro espiritual, onde o vemos meditando e abrindo um largo sorriso, mas o que parecia ser Don Draper encontrando seu paraíso interior era só ele tendo mais uma ideia brilhante para um anúncio- o melhor anúncio já feito btw – já que a cena corta para a frase “I’d Like to Buy the World a Coke”.

6. Game of Thrones

Famosa por matar seus protagonistas sem nenhuma piedade, Game of Thrones mostra como funciona a vida em Westeros e como se envolver com política pode ser fatal caso você não jogue o jogo dos tronos da forma correta. Quem logo aprendeu isso foi o decapitado Ned Stark, protetor do norte que colocou a honra a frente de tudo e aprendeu que não é assim que se joga.

Robert Baratheon, até então rei de Westeros, pensou com a barriga e também caiu no jogo, assim como seus “filhos” e sucessores Joffrey (que queime) e Tommen. A família de Ned também não teve arrego, sendo que sua mulher e seu primogênito foram brutalmente mortos no Casamento Vermelho. Seu bastardo Jon Snow também morreu, mas desmorreu uma temporada depois.

No ponto atual da série, muita gente morreu, Daenerys Targaryen, navega para Westeros com três dragões para reclamar o trono que é seu por direito (e tocar fogo em tudo, esperamos); Jon Snow reconquista o castelo de sua família e é declarado Rei do Norte; Cersei Lannister foi recém declarada rainha de Westeros e nem imagina o que a espera. Tudo isso acontece enquanto os caminhantes brancos caminham em direção aos sete reinos, prontos para destruir a muralha e toda a vida que estiver ao sul dela.

7. Breaking Bad

Breaking Bad (ou A Química do Mal) é a história de Walter White, um professor de química que num belo dia descobre que tem câncer. Preocupado com o que deixará para sua família quando morrer, Walter, junto com seu ex-aluno Jesse Pinkman, passa a fabricar e vender metanfetamina, que não é uma droga comum, mas cristais azuis que beiram a perfeição.

Devido à qualidade de seu produto Walter ganha rios de dinheiro e sua popularidade cresce muito mais do que planejara. Ele passa a ser conhecido – e temido – como Heisenberg e perseguido por seu cunhado, Hank, que é um agente do DEA. Walt enfrenta diversos oponentes, o mais notável deles Gus Fring, que é meio que explodido e termina sua jornada com uma vitória para todos eles, mas com uma derrota para o câncer, que dá fim ao seu reinado que só começou por conta dele.

No fim da série, dos que se envolveram com o tráfico, apenas Jesse Pinkman sobrevive. Ele logo mostra que não aprendeu nada com a coisa toda, parte em alta velocidade e acaba estrelando o filme de Need for Speed (que é bem ruim).


Todas as séries presentes na lista são ótimas e apesar de já ter contado o final, eu recomendo cada uma, inclusive Lost. Aproveite as férias e deixe uma delas sugar você, garanto que não vai haver arrependimento.

 

Sou Rafael Oliveira, novo colunista do Capinaremos. Além das colunas mensais por aqui, escrevo regularmente no Critical Hits sobre jogos e assuntos relacionados. Me encontre o Facebook e Twitter.

Comentários

Populares

Topo