Comentaremos

Legalização dos jogos de azar – os prós e contras para você se situar antes de criticar

Depois do nosso artigo comentando sobre a legalização da maconha vamos falar de outra polêmica que envolve também a regulamentação, os jogos de azar no Brasil.

A verdade é que os jogos de azar são legalizados em quase todo o mundo. Dos 156 países listados pela Organização Mundial de Turismo o Brasil e Cuba são os únicos da lista que não são países islâmicos que proíbem os jogos. Nos Estados Unidos, que é hoje em dia o maior mercado de apostas em todo o mundo, o valor movimentado por esse mercado é de 142,6 bilhões de reais – média levantada no ano de 2014 segundo a revista The Economist.

Com a proibição aqui no país cresceu então o número de plataformas online como essa aqui que oferecem uma vasta variedade de jogos para os apostadores que não tem condições de ir a um país vizinho se divertir. Essa forma é legal porque as plataformas ficam hospedadas fora do Brasil, em países onde os jogos são permitidos. Então não há nenhuma irregularidade nesses jogos.

E, como a legalização está em pauta de votação no congresso e ainda existem várias pessoas que desconhecem as vantagens e desvantagens, preparamos então uma lista para você conhecer os prós e contras da futura legalização dos jogos de azar:

Prós

  • Aumento na arrecadação

Mesmo os jogos de azar sendo, hoje em dia, ilegais há ainda uma grande quantidade de pessoas que participam dessa modalidade. Então quando for legalizado haverá uma enorme arrecadação de impostos sobre os serviços que atualmente não são tributados uma vez que é ilegal o jogo. A estimativa é que a arrecadação com impostoss gire em torno de 20 bilhões de reais por ano.

  • Mais empregos

Uma vez legalizada a atividade o governo vai então permitir que sejam formalizados vários tipos de empregos que hoje são considerados fora da lei. Assim, pessoas que trabalham nesse nicho terão todos os seus direitos garantidos e contribuindo para a Previdência.

 

Contras

  • Lavagem de dinheiro

Os jogos de azar tem uma desvatagem de que as transações são normalmente feitas em espécie, ou seja, isso poderá facilitar os truques de contabilidade e podem se tornar uma forma legal de transformar o dinheiro que tenha sido obtido de forma ilegal.

  • Vício em jogo

Assim como o vício no álcool, cocaína ou outras drogas os jogos de azar também podem causar dependência aos apostadores. A inclusão do vício em jogos foi inserida no rol de patologias em 1992, quando a OMS – Organização Mundial da Saúde – colocou o jogo compulsivo no novo Código Internacional de Doenças. Esse é uma das desvantagens da legalização, pois o vício poderia se tornar mais comum.

Comentários

Populares

Topo