Egocentrismo

O dia em que ajudamos a doar 157 mil reais pro Teleton.

Não são todos os dias em que oportunidades de fazer o bem em larga escala batem a sua porta.
Mas, quando batem, você precisa se agarrar nelas com todas as forças.

Como os senhores sabem, todos os anos a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) realiza um evento midiático para angariar fundos através de doações, conhecido como Teleton.

A empresa onde eu trabalho (Telefônica, para quem não sabe), ajuda todos os anos fornecendo os ‘callcenters’ (esses 0800/0500) para receber essas doações e, muito por conta disso, ajuda a divulgar o evento para seus colaboradores nos comunicados internos. Um desses comunicados foi esse aqui:

 

Achei bacana a imagem, com todas opções de divulgação, e fiz um post no meu Twitter para ajudar a divulgação. Vejam que, num primeiro momento, eu nem havia percebido que existia a possibilidade de doar via PicPay, foquei nos telefones, no SMS e no WhatsApp:

 

Quando eu olhei mais para baixo, percebi que esse aplicativo verdinho lindo estava lá disponível pra fazer doações!

Pra quem não conhece o PicPay, ele é basicamente uma carteira virtual, onde você pode receber e efetuar pagamentos de forma muito prática e simples. Eles focam em serviços digitais, como o Uber, Play Store, Steam e etc., mas também estão atuando no modelo de assinaturas para criadores de conteúdo (inclusive criei um crowdfunding do Capinaremos lá, dê um confere). Um dos pontos mais interessantes do PicPay em relação as demais carteiras virtuais que existem por ai (tipo o PayPal), é que eles oferecem muitas promoções de ‘cashback‘, ou seja, quando você faz algum pagamento, você recebe de volta uma parte desse pagamento.

Além disso, como eles estão começando, eles estão usando o modelo de bonificar indicações ‘boca-a-boca’ para aumentar seu número de usuários. Quando você indica o PicPay para um amigo, usando seu código, ele ganhará R$10 de cashback na primeira compra dele e você ganhará R$10 por conta desta indicação.

Juntando essa mecânica que eu já conhecia com a possibilidade de doar ao Teleton via PicPay, decidi criar uma espécie de ‘corrente do bem’:

 

Ou seja, as pessoas entrariam pro PicPay com o meu código, fariam a doação para o Teleton e receberiam INTEGRALMENTE essa grana de volta para usar em outras coisas quaisquer. Só isso já seria suficiente pra muita gente apoiar, correto? Mas resolvi aumentar ainda mais meu plano maligno (só que do bem): Toda grana de indicações de novos usuários também seriam doadas ao Teleton!

E não é que deu certo?

 

Bom, agora com a pessoa entrando no aplicativo, gastando R$10 e recebendo eles de volta, e ainda sendo responsável pela doação de mais R$10 através da minha pessoa, o negócio foi escalando num número considerável… Cheguei a doar mais de R$500 em poucas horas, teoricamente sem ninguém gastar nenhum centavo!

Como não existe almoço grátis, esse dinheiro estava saindo do próprio PicPay, então comecei a brincar nos tweets que eu ia acabar quebrando a empresa, já que ela tava subsidiando todo esse ‘esquema de pirâmide do bem’.

É aqui que a coisa fica bonita:

 

Os caras simplesmente COMPRARAM a corrente do bem, botando 100 mil reais na mesa. Deu até confusão pra saber se era pra dar o retweet no meu tweet ou no deles, no final acabamos conversando e escolhendo o deles, afinal era o tweet que explicava o desafio.

Não sei se todos vocês são familiarizados ao Twitter, mas conseguir 100 mil compartilhamentos naquela rede não é nenhuma tarefa fácil… Tínhamos recebido o desafio de conseguir esse número em cerca de 55 horas.

Não vou citar aqui todos que nos ajudaram a chegar neste número porque com certeza eu esqueceria alguém, mas posso dizer com toda certeza que foi a maior união de tribos diferentes que eu já presenciei na internet. Tivemos pessoas de direita, de esquerda, de centro, isentões, os mais variados fãs clubes de youtubers, cantores, ex-BBB’s, torcidas organizadas de times de futebol, futebol americano, times de lolzinho, movimento LGBT, anarco capitalistas, políticos, fakes, verificados… Enfim, muita gente se engajou nessa desafio.

E conseguimos atingi-lo em cerca de 44 horas:

CEM MIL REAIS!

A ficha ainda não tinha caído quando o povo deu a ideia de desafiar o PicPay e dar uma de DILMÃE e dobrar a meta: Mais 100 mil RT’s para doarem mais 100 mil reais.

O desafio foi lançado:

Como vocês podem ver, já era 15h de sábado (10/11, último dia do Teleton), e o desafio foi aceito:

 

Bom, o que fizemos em 44 horas agora teríamos que fazer em OITO.

Eu sabia que seria praticamente impossível, mas não podia amarelar depois de ter lançado o desafio, né? Então recomeçamos a maluquice de acionar todos influenciadores possíveis e imagináveis, times, clubes, fandoms e etc.

Chegamos a meia noite de ontem com 53.600 mil RT’s. Muito mais do que havíamos conseguido nas primeiras 8 horas do primeiro desafio, mas ainda assim não o suficiente…

Observando nossa garra e dedicação mais uma vez, o pessoal do PicPay decidiu fechar a doação em 1 real por RT (tanto no primeiro quanto no segundo desafio) e acabou doando R$157.000,00 para a AACD! <3

Eles gravaram um vídeo fazendo o processo pelo próprio app do PicPay e postaram aqui.

Floodei a timeline alheia, enchi o saco de vários amigos blogueiros e youtubers, mandei os links em todos canais possíveis do Capinaremos, mandei o link nos grupos de WhatsApp e Telegram… Enfim, foram 3 dias de muito spam, mas por uma causa nobre demais.

Agradeço a todos pelo engajamento, pela paciência e pela persistência!

E um agradecimento especial ao PicPay por ter bancado essa campanha!

Lembrando que a minha campanha paralela da CORRENTE DO BEM continua!

Pra quem ainda não tem o app do PicPay, baixa lá e usa meu código ao se cadastrar: M6WP7M. Atualmente já estou com mais de R$1.300,00 doados ao Teleton só com esse bônus de indicação, e subindo! <3

Aproveitem sempre a oportunidade de fazer o bem, pra fazer o mal já temos gente demais trabalhando… 😉

Comentários

Populares

Topo